15 de Jun de 2021
Central de Relacionamento

PF realiza prisão em Indaiatuba, na operação contra fraudes ao Sistema Financeiro Nacional

Na manhã desta terça-feira (11), foram 15 mandados de prisão e 70 de busca e apreensão

 Publicado em  11/05/2021 às 14h56  atualizado em 11/05/2021 às 15h05 - Indaiatuba  Polícia


No total, 220 policiais federais e 50 servidores da Receita Federal participam da Operação

No total, 220 policiais federais e 50 servidores da Receita Federal participam da Operação
Foto: Danilo Braga

Por CBN Campinas 

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta terça-feira (11), a Operação Black Flag para apurar crimes contra o Sistema Financeiro Nacional e lavagem de dinheiro, que chega a R$ 2,5 bilhões, em 4 estados brasileiro. 

Foram 15 mandados de prisão, sendo Indaiatuba um dos destinos a ser cumprido, além de 70 buscas e apreensões, ambos expedidos pela 1ª Vara de Campinas.

Dez presos são da região e foram cumpridos mandados em Campinas, Sumaré, Valinhos e Indaiatuba. As fraudes foram descobertas a partir de ações fiscais da Receita Federal, que detectou movimentações financeiras suspeitas, até que se chegou numa organização criminosa, que sustentava um alto padrão de vida dos envolvidos, como veículos de luxo, imóveis. Só uma lancha apreendida tinha o valor de cerca de R$ 5 milhões. Durante a manhã, foram realizadas buscas em Campinas, num centro empresarial na Avenida José Bonifácio Coutinho Nogueira e num Spa no Cambuí.

De acordo com o Delegado de Polícia Federal, chefe da Delegacia Regional de Investigação e Combate ao Crime organizado, Marcelo Ivo de Carvalho, que a origem dos recursos da organização envolveu fraudes públicas, entre as vítimas a empresa de fomento econômico Paulista, Desenvolve SP e a Caixa Econômica Federal.

O Delegado de Polícia Federal, Edson Geraldo de Souza, Chefe da delegacia em Campinas, explica que, além de lesar empresas públicas, a organização criava empresa de fachada. Um dos presos é um contador de Campinas que criava pessoas jurídicas, com sócios fantasmas, que emitiam notas para justificar os valores movimentados pela organização criminosa. Além de São Paulo, foram cumpridos mandados em outros três estados, Ceará, Rio de Janeiro e Distrito Federal.

No total, 220 policiais federais e 50 servidores da Receita Federal participam da Operação, numa ação conjunta entre a Polícia Federal, Receita  e Ministério Público Federal. Foi determinado o afastamento de um Delegado de Polícia Federal do exercício do cargo.

Os envolvidos responderão, na medida de suas participações, pelos crimes de lavagem de dinheiro, crimes contra o sistema financeiro, crimes contra a ordem tributária, estelionato, falsidade ideológica e material e organização criminosa.

Galeria de mídia

  • No total, 220 policiais federais e 50 servidores da Receita Federal participam da Operação

    No total, 220 policiais federais e 50 servidores da Receita Federal participam da Operação
    Foto: Danilo Braga



Comentários

*Leia o regulamento antes de comentar

Frutos de Indaiá

O Troféu Frutos de Indaiá tem o significado de sucesso e vitória. Uma premiação pelo esforço contínuo e coletivo em direção à excelência.

13 MAR 2021, Clube 9 - Indaiatuba

COMPARTILHE