23 de Jan de 2022
Central de Relacionamento

Natação de Indaiatuba garante sete medalhas no Campeonato Brasileiro Sênior

Resultado garantiu a cidade na sexta posição por equipe

 Publicado em  28/12/2021 às 14h09  Indaiatuba  Esportes


Equipe indaiatubana de natação conquistou três medalhas de prata e quatro de bronze

Equipe indaiatubana de natação conquistou três medalhas de prata e quatro de bronze
Foto: Divulgação

Da redação 

A temporada 2021 vai chegando ao fim e a equipe de natação da ADI/Prefeitura de Indaiatuba continua somando motivos para celebrar. Entre os dias 7 a 11 de dezembro, o Clube de Regatas do Flamengo, no Rio de Janeiro, recebeu 520 atletas de todo Brasil para as disputas do Campeonato Brasileiro Junior de Verão – Troféu Julio de Lamare e Campeonato Brasileiro Sênior de Verão – Troféu Daltely Guimarães.

A equipe local viajou com nove atletas para as provas na Sênior, conquistando um total de sete medalhas e terminando na sexta colocação entre as melhores equipes do país.

“Os resultados alcançados no Campeonato Brasileiro Sênior comprovam a excelência do trabalho realizado por nossa equipe”, comenta o secretário municipal de Esportes, Marcos Antônio de Moraes, o Marquinhos. “Parabéns a todos os atletas e comissão técnica por todas as conquistas. A temporada foi repleta de incertezas, mas não faltou empenho e dedicação de todos”.

A equipe de Indaiatuba conquistou um total de sete medalhas. As medalhas de bronze vieram no Revezamento 4x100m medley misto, com Kaio César, Andressa Simião, Lucas Batista e Mercedes Toledo; no 200m peito, com Andressa Simião; no 200m costas, com Thalita Daroz; e no 200m borboleta, com Lucas Batista.

As medalhas de prata foram conquistadas no 100m peito com Andressa Simião; no 4x100m medley masculino, com Kaio César, Pedro Garcia, Lucas Batista e Rafael Pietrobom; e no 100m borboleta com Lucas Batista, detentor do 12º melhor tempo da modalidade no mundo.

Destaque

“Com estes resultados, terminamos a competição na quarta colocação com a equipe feminina e na sétima posição com o masculino”, revela o técnico Cristian Soldano. “Entre as equipes, terminamos na sexta colocação, um feito histórico, tanto no número de medalhas, como no total de pontos somados. Resultados que colocam a ADI/Indaiatuba em destaque a nível nacional. Começamos a incomodar os grandes clubes do Brasil”, completa.

Na pontuação geral por clubes, a equipe da ADI/Prefeitura de Indaiatuba ficou atrás apenas do Flamengo, Corinthians, Sesi-SP, Minas Tênis Clube e Fluminense, terminando à frente da Unisanta, Paineiras, Pinheiros e Clube Curitibano, que fecham o Top 10 da competição, que contou com um total de 20 clubes. 

Para Cristian, os resultados são fruto de intenso trabalho e dedicação da equipe, em todas as categorias.

“Os trabalhos para esta temporada começaram em 4 de janeiro e foi um ano de muitos desafios”, aponta. “Mas todos se empenharam e os resultados apareceram, inclusive nas categorias de base e no PcD, o que mostra que a equipe vem forte nos próximos anos, com apoio dos técnicos Bruno Dorado, Rodrigo Fukuda e João Antônio Pereira”.

Em 2022, a ADI/Indaiatuba terá competições internacionais pela frente.

“Disputaremos competições importantes em piscinas de 25 e 50 metros e três atletas têm potencial para chegar à Seleção Brasileira: Andressa Simião, Mercedes Toledo e Lucas Batista”, revela o técnico. “Mas todos têm a possibilidade de conquistar grandes feitos, o que comprova a evolução de nossa equipe, ano após ano, com o apoio da Prefeitura de Indaiatuba, por meio da Secretaria Municipal de Esportes, que nos dá todo o suporte necessário”.

Galeria de mídia

  • Equipe indaiatubana de natação conquistou três medalhas de prata e quatro de bronze

    Equipe indaiatubana de natação conquistou três medalhas de prata e quatro de bronze
    Foto: Divulgação



Comentários

*Leia o regulamento antes de comentar

Frutos de Indaiá

O Troféu Frutos de Indaiá tem o significado de sucesso e vitória. Uma premiação pelo esforço contínuo e coletivo em direção à excelência.

Confira como foi o Frutos de Indaiá 2021.

COMPARTILHE