26 de Jun de 2022
Central de Relacionamento

Mais de 30 mil eleitores têm títulos cancelados em Indaiatuba

Para ter direito ao voto nas eleições 2022, eleitores devem regularizar a situação até o dia 4 de maio

 Publicado em  18/02/2022 às 10h49  Indaiatuba  Eleições


Eleitores com título cancelado precisam se apresentar à Justiça Eleitoral para a regularização

Eleitores com título cancelado precisam se apresentar à Justiça Eleitoral para a regularização
Foto: Divulgação/TSE

Denise Katahira
redacao@maisexpressao.com.br

Por não terem votado nas últimas três eleições sem justificar ausência às urnas ou por não ter feito a revisão de eleitorado, 33.494 eleitores em Indaiatuba estão com seus títulos cancelados, segundo o Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE/SP).

Os eleitores cancelados, para poderem votar nas Eleições 2022, devem solicitar revisão ou transferência até o dia 4 de maio, ou seja, 150 dias antes do pleito, conforme previsto na Lei das Eleições (Lei nº 9.504/97 – artigo 91).

Portanto, para evitar contratempos, é importante se antecipar para quitar eventuais débitos e poder exercer o direito de participar da escolha dos próximos deputados estaduais, deputados federais, governadores, senadores e presidente da República. A votação em primeiro turno ocorrerá no dia 2 de outubro, e o segundo turno, se houver, em 30 de outubro.

Como proceder

Os eleitores cancelados, para poder votar nas Eleições 2022, devem solicitar revisão ou transferência (em caso de mudança de município) pelo atendimento online do TRE-SP para regularizar a situação eleitoral através deste link.

Para saber se está irregular com a Justiça Eleitoral acesse AQUI. Em seguida, no sistema insira as informações e os documentos solicitados e acompanhe o requerimento.

Para mais informações, os eleitores devem se dirigir ao cartório eleitoral que fica na rua Treze de Maio, 834, centro. O atendimento é feito de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 18h.


Quem não regularizar não poderá votar este ano

Os eleitores que estão com o título cancelado e não regularizarem a situação com a Justiça Eleitoral, até o dia 4 de maio, poderão sofrer punições como: não votarem nas eleições 2022; não tomarem posse em concurso público; não conseguirem tirar passaporte ou CPF.

Também não conseguem renovar matrícula em estabelecimento de ensino oficial; não conseguem obter empréstimos em estabelecimentos de crédito mantidos pelo governo; e ficam impedidos de participar de concorrência pública ou praticar qualquer ato para o qual se exija quitação do serviço militar ou imposto de renda.

Além disso, o eleitor terá de pagar multa calculada pela Justiça Eleitoral. (DK)


Cidade tem mais de 150 mil eleitores aptos a votar

Em Indaiatuba, de acordo com o TRE/SP, há 151.749 eleitores aptos a votar nas Eleições 2022. Neste ano a votação em primeiro turno ocorrerá no dia 2 de outubro e o segundo turno, se houver, em 30 de outubro, datas nas quais serão escolhidos os próximos deputados estaduais, deputados federais, governadores, senadores e presidente da República.

O TRE informa que os eleitores que ainda não fizeram o recadastramento biométrico não serão impedidos de votar, pois a coleta da biometria está suspensa em todo o Brasil, em razão da pandemia da Covid-19, sem previsão de ser retomada. (DK)

Galeria de mídia

  • Eleitores com título cancelado precisam se apresentar à Justiça Eleitoral para a regularização

    Eleitores com título cancelado precisam se apresentar à Justiça Eleitoral para a regularização
    Foto: Divulgação/TSE



Comentários

*Leia o regulamento antes de comentar

Frutos de Indaiá

O Troféu Frutos de Indaiá tem o significado de sucesso e vitória. Uma premiação pelo esforço contínuo e coletivo em direção à excelência.

Confira como foi o Frutos de Indaiá 2021.

COMPARTILHE