15 de Jun de 2021
Central de Relacionamento

Indaiatuba é a 25ª melhor do Estado em potencial de consumo, diz pesquisa

Avaliação é da IPC Maps que estuda o potencial de compras por categorias de produtos nas mais de 5 mil cidades do país

 Publicado em  04/06/2021 às 13h19  Indaiatuba  Economia


A expectativa de crescimento do consumo para este ano em toda a RMC é de 10,5% na alimentação fora do lar

A expectativa de crescimento do consumo para este ano em toda a RMC é de 10,5% na alimentação fora do lar
Foto: Reprodução

Eloy de Oliveira
maisexpressao@maisexpressao.com.br

Pesquisa IPC Maps 2021, realizada pelo IPC Marketing Editora, de São Paulo, aponta Indaiatuba como 25ª melhor em potencial de consumo entre as 645 cidades do Estado.

Com periodicidade anual e abrangência nacional, o estudo, divulgado esta semana, coloca Indaiatuba também como a 82ª melhor entre os 5.570 municípios do país.

O bom desempenho da cidade tem a ver com a predominância da classe B no consumo, com 47,2% do total, aliada à classe A, com 14,2%. A classe C responde por 34,1% e as D e E por 4,4%.

Alimentação fora

De acordo com o estudo, um dos setores com melhor performance na cidade e na Região Metropolitana de Campinas é o de alimentação fora do lar (bares, restaurantes e padarias).

A expectativa de crescimento do consumo para este ano em toda a Região Metropolitana é de 10,5% na alimentação fora do lar, ainda longe da recuperação total, mas em alta.

Matheus Mason, presidente da Abrasel (Associação Brasileira de Bares e Restaurantes), regional Campinas, afirma que o setor perdeu 40% com o primeiro ano de pandemia.

Donos de restaurantes de Indaiatuba, como Pezão, Caipirão, Casa da Moqueca, Kostela do Japonês, não quiseram comentar os números ainda por não terem tido acesso total a eles.

A pesquisa IPC Maps 2021 estima que a alimentação fora do lar deverá atingir R$ 4 bilhões no Brasil todo este ano, número que em 2019, antes da pandemia, era de R$ 5,9 bilhões.

Crescimento

O consumo das famílias no país deve recuperar parte do fôlego e movimentar R$ 5,1 trilhões ao longo deste ano, com alta de 3,7% sobre 2020, o que dá 3,17% do PIB brasileiro.

Marcos Pazzini, sócio da IPC Marketing Editora e responsável pela pesquisa, afirma que o crescimento é satisfatório, já que as perdas registradas em 2020 foram muito altas.

“Aos poucos, os brasileiros tentam voltar à rotina normal e isto estimulará o consumo em 2021. Onde os mercados estavam consolidados isto será mais rápido”, disse o pesquisador.

Pesquisadora tem 30 anos de mercado

A IPC Marketing Editora, responsável pela elaboração do IPC Maps, tem 30 anos de mercado e o estudo que produz é o único a apresentar números absolutos.

A base da pesquisa são os dados oficiais de cada um dos 5.570 municípios brasileiros, que são mapeados por softwares de geoprocessamento atualizados a cada ano.

O trabalho apresenta indicativos para 22 itens da economia, divididos por classes sociais, focados por cidade, população, áreas urbana e rural e setores de produção e serviços.

Os hábitos de consumo foram subdivididos por categorias para avaliação setorizada: alimentação no domicílio, alimentação fora do domicílio, bebidas, habitação e mobiliário.

Também artigos de limpeza, artigos do lar, eletroeletrônicos, vestuário confeccionado, Calçados, joias, bijuterias, armarinhos, transporte urbano, veículo próprio e higiene.

E ainda: cuidados pessoais, medicamentos, plano de saúde, tratamento médico/dentário, livros, material escolar, educação, recreação, cultura, viagens, fumo e material de construção.

Galeria de mídia

  • A expectativa de crescimento do consumo para este ano em toda a RMC é de 10,5% na alimentação fora do lar

    A expectativa de crescimento do consumo para este ano em toda a RMC é de 10,5% na alimentação fora do lar
    Foto: Reprodução



Comentários

*Leia o regulamento antes de comentar

Frutos de Indaiá

O Troféu Frutos de Indaiá tem o significado de sucesso e vitória. Uma premiação pelo esforço contínuo e coletivo em direção à excelência.

13 MAR 2021, Clube 9 - Indaiatuba

COMPARTILHE