30 de Novembro de 2020
Central de Relacionamento

HC promove ação de prevenção contra câncer de pele amanhã

Clínica de Dermatologia do HCFMUSP atende população na campanha Dezembro Laranja, focada na conscientização sobre a doença

 Publicado em  06/12/2019 às 14h18  Sorocaba  Saúde, beleza e bem estar


Neste sábado (7), os médicos da Clínica de Dermatologia do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP vão atender e esclarecer dúvidas da população na campanha Dezembro Laranja, que visa à prevenção ao câncer de pele. A doença, quando diagnosticada precocemente, tem 90% de chances de cura.

As consultas vão acontecer das 9h às 15h, no Prédio dos Ambulatórios, 5º andar. O serviço está localizado na Avenida Enéas Carvalho de Aguiar, 155, próximo à estação do Metrô Clínicas.

Segundo o dermatologista Eugênio Pimentel, responsável pela campanha no Hospital das Clínicas, devem procurar atendimento médico as pessoas que apresentam múltiplas pintas, manchas ou pintas que estão se modificando, lesões pigmentadas nas palmas das mãos e plantas dos pés, feridas que não cicatrizam ou lesões de crescimento rápido ou contínuo.

Além das consultas, o público também será orientado sobre a importância de se proteger dos raios solares para prevenção da doença. “Os riscos da exposição excessiva, em horários de maior incidência solar, poderá acarretar sérios problemas”, alerta o médico. A radiação ultravioleta é a principal responsável pelo desenvolvimento da doença.

O câncer de pele é o tipo de câncer mais frequente. Segundo dados do Instituto Nacional do Câncer (INCA), 30% de todos os tumores malignos diagnosticados no Brasil correspondem ao câncer de pele. Na campanha de 2018, o hospital atendeu 460 pessoas, das quais 62 receberam diagnóstico positivo.

A doença é provocada pelo crescimento anormal e descontrolado de células que compõem a pele. Existem três tipos comuns de câncer de pele: o carcinoma basocelular, o carcinoma espinocelular e o melanoma. O carcinoma basocelular é o mais frequente e o melanoma o mais grave.

O dermatologista Hamilton Stolf lembra que nem todas as manchas na pele são câncer. “As pessoas de pele e olhos claros têm maior risco de desenvolver a doença, porque quanto menor a pigmentação da pele, menor a proteção contra os raios ultravioletas (UV)”, explica. Mas, além desse fator, outros atributos podem contribuir para a ocorrência da doença, como idade, sexo, gênero, exposição a produtos químicos e radiação, inflamações da pele, entre outros.

Usar filtro solar igual ou superior ao fator 30 e proteger as áreas mais sensíveis com bonés e óculos para sol com proteção UV e roupas que cubram boa parte do corpo são algumas das recomendações de prevenção.

Galeria de mídia

Não há fotos e vídeos disponíveis.



Comentários

*Leia o regulamento antes de comentar

Frutos de Indaiá

O Troféu Frutos de Indaiá tem o significado de sucesso e vitória. Uma premiação pelo esforço contínuo e coletivo em direção à excelência.

13 MAR 2021, Clube 9 - Indaiatuba

COMPARTILHE