23 de Maio de 2022
Central de Relacionamento

Financiamentos bancários elevam vendas de imóveis usados em 46% em Indaiatuba

Para delegada regional do Crecisp, o comprador tem de ver qual é a melhor escolha para o seu potencial financeiro

 Publicado em  16/12/2021 às 22h48  Indaiatuba  Mercado imobiliário


Reprodução/Google

Reprodução/Google
Foto: Entender as taxas de juros para além dos seus valores atuais é imprescindível em

Eloy de Oliveira
redacao@maisexpressao.com.br

Pesquisa do Creci-SP (Conselho Regional de Corretores de Imóveis do Estado de São Paulo) junto a imobiliárias e corretores credenciados na Região Metropolitana de Campinas (RMC), aponta para aumento de 46% na venda de imóveis usados em Indaiatuba.

Os números correspondem às comercializações no mês de outubro na comparação com setembro. Em média, as vendas ficaram mais baratas, pois 61,22% foram comercializados a R$ 200 mil em outubro e 64,51% a R$ 300 mil em setembro.

O presidente do Creci-SP, José Augusto Viana Neto, afirma que foram os empréstimos bancários, especialmente para a construção, que permitiram ao setor imobiliário crescer nesses quase dois anos de pandemia, quando o dinheiro ficou escasso.

Cuidados especiais

Para a delegada regional do Crecisp (Conselho Regional dos Corretores de Imóveis de São Paulo), Elaine Branco, o financiamento imobiliário continua sendo uma boa opção, mas o comprador precisa ficar atento às condições do mercado.

Com mais de 20 anos como gestora de negócios e com especialização em direito imobiliário e crédito imobiliário, ela afirma que essa atenção tem de ser maior, porque o perfil do comprador está mudando com a entrada de mais jovens dispostos a comprar.

A delegada diz que os juros seguem atraentes, ainda mais agora porque são oferecidas hoje várias opções de indexadores. O que isso quer dizer? De forma simples, significa que o comprador poderá escolher o indexador de correção.

“Poderá ser o IPCA, a poupança, TR e até uma taxa fixa. Cada uma dessas formas, tem vantagens e desvantagens. É preciso entender qual melhor se aplica ao caso daquele comprador conforme as suas condições de pagamento”, diz a delegada.

Também é possível escolher no ato do financiamento entre as tabelas SAC e Price e contratar no menor ou no maior prazo, que vão variar conforme a renda e a idade do proponente, mas que deve ser avaliada com cuidado pelo comprador na hora de financiar.

Prazos e condições

Outra decisão importante, afirma Eliane Branco, é a escolha entre comprar um imóvel pronto ou em construção (na planta) ou até mesmo fazer a construção o comprador ou contratados de confiança seus, usando recursos do financiamento imobiliário.

“Essa decisão é importante para definir o perfil do financiamento. Isto ajuda na hora de estabelecer parâmetros de juros e taxas que serão suportados ao longo do processo e que darão autonomia para o comprador não se enroscar com a dívida”, disse Elaine.

A delegada do Crecisp ressalta a segurança do processo. “O crédito imobiliário tem regras transparentes e o financiamento obedecem normativas do SFH (Sistema Financeiro da Habitação) e SFI (Sistema Financeiro Imobiliário)”, explica.

 

Galeria de mídia

  • Reprodução/Google

    Reprodução/Google
    Foto: Entender as taxas de juros para além dos seus valores atuais é imprescindível em



Comentários

*Leia o regulamento antes de comentar

Frutos de Indaiá

O Troféu Frutos de Indaiá tem o significado de sucesso e vitória. Uma premiação pelo esforço contínuo e coletivo em direção à excelência.

Confira como foi o Frutos de Indaiá 2021.

COMPARTILHE