23 de Out de 2021
Central de Relacionamento

Especialistas desfazem mitos do inverno e orientam sobre cuidados com a saúde

Veja que nem tudo o que você ouve por aí é verdade ou se aplica na prática para todos durante a estação mais fria do ano

 Publicado em  13/08/2021 às 14h58  Indaiatuba  Comportamento


Um dos mitos do inverno e que não se deve usar protetor solar

Um dos mitos do inverno e que não se deve usar protetor solar
Foto: Divulgação

Eloy de Oliveira
maisexpressao@maisexpressao.com.br

Frio engorda? A pele ressaca? Dá mais fome? É muito comum as pessoas associarem o inverno a mudanças negativas para o corpo e deixarem de lado os benefícios e as vantagens das temperaturas mais baixas.

A nutricionista Carolina Volpini Litfalla Vecchi, da Clínica Metabólika, de Indaiatuba, diz que esse comportamento ocorre por causa de uma série de mitos que cercam a estação.

“Na verdade, não é o frio que engorda, isso é mito, mas a mudança de hábitos”, afirma ela. “No frio o nosso metabolismo acelera para produzir calor e isto aumenta o nosso gasto calórico. Por essa razão, comemos mais. O problema está no sedentarismo”.

De acordo com a nutricionista, comer mais não engordaria se as pessoas fizessem mais atividades físicas. Só que a maioria não tem disposição para isto e acaba ficando quieta, não quer sair da cama cedo e foge da academia.

Rotina

Outro detalhe é que a fome é por comidas quentes, mais calóricas, sem vegetais crus. A nutróloga Nívea Bordin Chacur, da Clínica Leger, de São Paulo, diz que as roupas em excesso para amenizar o frio tiram o interesse pelo corpo.

“Se ninguém vai ver, por que se exercitar e ficar com uma barriguinha sarada, não é?, diz ela. Mas ela recomenda praticar alguma atividade física diária por 40 minutos.

Estabelecer uma rotina de gastar o que se come fazendo atividades que consomem energia, segundo Carolina Volpini Litfalla Vecchi, garante o emagrecimento mesmo no inverno.

Cirurgias

As estações mais amenas ajudam em muitas situações. Por exemplo, o inverno é a melhor época para se fazer cirurgia plástica e tratamentos estéticos. Se comparado ao calor, é mais confortável e não há exposição ao sol, pois o pós-operatório é o mais crítico das cirurgias.

A dermatologista Aline Sanches, de Indaiatuba, afirma que as clínicas de cirurgia plástica e estética observam aumento de cerda de 40% no movimento nesta época do ano.

Alguns tratamentos recomendados para o inverno são os que usam o laser de CO2 fracionado ou um peeling mais profundo e também os de varizes, já que o sol é um inimigo da cicatrização e prejudica a recuperação da pele, o que não ocorre agora.

Cuidados

Um dos mitos do inverno também é que não se deve usar protetor solar, já que não há sol. “Nunca se deve deixar o protetor de lado”, diz a médica especialista em estética Ana Cecília Corcini, também da Clínica Leger.

E ela afirma que não basta aplicar o produto apenas no rosto. Todas as demais áreas expostas precisam. “As radiações UV estão presentes em qualquer época do ano, mesmo em dias nublados ou em dias de chuva”.

A pele ressacada é outro resultado do frio. Para evitar, os banhos devem ser curtos e não tão quentes e se deve usar cremes à base de ureia e óleos. Ana Corcini pede também para evitar lavar o cabelo com água muito quente.

Galeria de mídia

  • Um dos mitos do inverno e que não se deve usar protetor solar

    Um dos mitos do inverno e que não se deve usar protetor solar
    Foto: Divulgação



Comentários

*Leia o regulamento antes de comentar

Frutos de Indaiá

O Troféu Frutos de Indaiá tem o significado de sucesso e vitória. Uma premiação pelo esforço contínuo e coletivo em direção à excelência.

06 NOV 2021, Clube 9 - Indaiatuba

COMPARTILHE