26 de Maio de 2022
Central de Relacionamento

Diminui nível do Quilombo em Nova Odessa

Entre a tarde de sexta e a manhã desta segunda, choveu 110 milímetros na cidade

 Publicado em  08/04/2019 às 15h56  Nova Odessa  Cidades


Foto: Alesp

Em boletim divulgado na manhã desta segunda-feira (8), a Defesa Civil de Nova Odessa informou que o nível do Ribeirão Quilombo baixou consideravelmente nas últimas 24 horas e está 50 centímetros acima do normal, no trecho que corta o município. Segundo informações do órgão, a situação atual do rio, que chegou a subir 1,80m após as chuvas intensas de sábado à noite, não ameaça as famílias que vivem em áreas ribeirinhas de bairros como São Jorge, Flórida, Fadel e VIla Azenha.

"Estamos em estado de alerta desde a noite de sábado. No início da madrugada de domingo, o nível do rio subiu muito mas, entre as manhãs de domingo e hoje, com a redução do volume de chuva, já baixou e está dentro da normalidade", explicou o coordenador da Defesa Civil do município, Paulo Bichof. Segundo ele, não houve registro de alagamentos, quedas de árvores e outros transtornos no município no período.

De acordo com o pluviômetro instalado na Coden (Companhia de Desenvolvimento de Nova Odessa), entre a tarde de sexta e a manhã desta segunda, choveu 110 milímetros na cidade, o equivalente a 110 litros de chuva por metro quadrado. Em Campinas, "berço" do Ribeirão Quilombo, o volume acumulado de chuva entre as manhãs de sábado e domingo foi de 127 milímetros.

Segundo dados do Climatempo, deve chover 65 milímetros em Nova Odessa entre hoje e amanhã (9). O maior volume está previsto para esta segunda, com 45 mm. Na terça, a nebulosidade deve diminuir e o tempo firme retorna na quarta (10).

O Ribeirão Quilombo nasce em Campinas e corta os municípios de Hortolândia, Sumaré, Nova Odessa e Americana, onde deságua no Rio Piracicaba.

Galeria de mídia


  • Foto: Alesp



Comentários

*Leia o regulamento antes de comentar

Frutos de Indaiá

O Troféu Frutos de Indaiá tem o significado de sucesso e vitória. Uma premiação pelo esforço contínuo e coletivo em direção à excelência.

Confira como foi o Frutos de Indaiá 2021.

COMPARTILHE