08 de Ago de 2022
Central de Relacionamento

Covid, gripe ou resfriado: quando procurar atendimento médico?

Especialista comenta a diferença entre as infecções virais e quais sintomas merecem maior atenção

 Publicado em  24/06/2022 às 10h20  Estado SP  Saúde


Foto: Freepik

Anhanguera Notícias

Com o início do inverno, as doenças respiratórias vêm à tona e qualquer espirro ou coriza logo nos faz questionar se estamos passando por um quadro gripal ou ainda se a Covid-19 é a responsável pelos sintomas.

O que normalmente acontece é que utilizamos de forma geral o termo gripe para nomear toda e qualquer doença respiratória. Mas apesar da gripe, resfriado e da Covid provocarem sintomas parecidos, elas merecem atenção e exigem tratamento individualizados.

A coordenadora do curso de Enfermagem da Faculdade Anhanguera, Clarice Conceição salienta que conhecer as principais diferenças entre essas infecções virais pode ser uma boa forma de saber quando é preciso ir ao hospital ou fazer um tratamento mais direcionado e eficaz.

"A Covid-19, a gripe e o resfriado afetam nosso sistema respiratório e causam sintomas como cansaço, nariz entupido, dor de garganta e até febre, mas possuem características distintas que permitem a sua diferenciação", explica Clarice.

 

Como diferenciar?

Nem sempre a doença se manifesta de forma igual, mas geralmente a evolução do quadro é um bom sinalizador:

• Gripe: os sintomas são mais agudos, surge de um dia para outro com sintomas fortes, como febre e intenso mal-estar.

• Resfriado: a evolução é lenta e os sintomas são mais leves, como uma febre baixa por exemplo. Costuma melhorar em poucos dias.

• COVID-19: a evolução geralmente é gradual, com uma piora do quadro clínico. Outro diferencial que podemos lembrar é a falta de olfato, muito comum em pessoas com COVID-19, mas rara nos demais casos.

É importante sempre ter a avaliação de um profissional médico, seja presencialmente ou em atendimento por telemedicina (neste caso, proporciona avaliação médica sem que o paciente precise se deslocar até um pronto-socorro). Na presença de sintomas de alerta, o atendimento presencial a nível hospitalar é o mais indicado.

 

Como identificar que é hora de procurar um hospital?

Independente da causa, em caso de sintomas, cuidados como o uso de máscara, lavar as mãos e aplicar álcool gel com frequência, evitar contato próximo com outras pessoas, além de ficar de repouso e beber bastantes líquido, são recomendações gerais.

No entanto, é necessária uma avaliação hospitalar quando apresentamos os sintomas de alerta, que geralmente são sintomas são mais intensos, como febre persistente, dor muscular intensa e generalizada, sensação de falta de ar e dor no peito.

"Quando há suspeita de Covid, é preciso ficar atento à evolução dos sintomas, além da necessidade de confirmação do diagnóstico por meio do teste de RT-PCR. O isolamento social, para evitar a propagação da doença, também não pode ser esquecido", finaliza a especialista.

Sobre a Anhanguera 

Fundada em 1994, a Anhanguera já transformou a vida de mais de um milhão de alunos, oferecendo educação de qualidade e conteúdo compatível com o mercado de trabalho em seus cursos de graduação, pós-graduação e extensão, presenciais ou a distância. Presente em todos os estados brasileiros, a Anhanguera presta inúmeros serviços à população por meio das Clínicas-Escola na área de Saúde e Núcleos de Práticas Jurídicas, locais em que os acadêmicos desenvolvem os estudos práticos. Focada na excelência da integração entre ensino, pesquisa e extensão, a Anhanguera oferece formação de qualidade e tem em seu DNA a preocupação em compartilhar o conhecimento com a sociedade também por meio de projetos e ações sociais. Em 2014, a instituição passou a integrar a Kroton. Para mais informações, acesse o site e o blog.

Galeria de mídia


  • Foto: Freepik



Comentários

*Leia o regulamento antes de comentar

Frutos de Indaiá

O Troféu Frutos de Indaiá tem o significado de sucesso e vitória. Uma premiação pelo esforço contínuo e coletivo em direção à excelência.

Confira como foi o Frutos de Indaiá 2021.

COMPARTILHE