15 de Ago de 2022
Central de Relacionamento

Biografia de Mauricio de Sousa é adotada por todas as bibliotecas das escolas públicas de Piracicaba

Homenagem ao desenhista na 1º Feira de Quadrinhos e Humor do Salão Internacional de Humor de Piracicaba aconteceu nesse domingo

 Publicado em  26/09/2017 às 13h38  Piracicaba  Cultura e lazer


A Biografia

A Biografia "Mauricio - A História que não está no Gibi" , lançada pela Editora Sextante há poucos meses foi adotada pela Prefeitura de Piracicaba
Foto: Divulgação

A Biografia "Mauricio - A História que não está no Gibi" , lançada pela Editora Sextante há poucos meses foi adotada pela Prefeitura de Piracicaba, onde o autor, o desenhista Mauricio de Sousa, foi homenageado como patrono da 1ª Feira de Quadrinhos e Humor dentro do 44º Salão Internacional de Piracicaba, no dia 24 de setembro..

A secretária de Cultura e Turismo da cidade, Rosângela Camolese, que organiza o Salão e também é educadora já vem abrindo a programação do mesmo, nos últimos anos, com palestras e workshops para professores desenvolverem os quadrinhos e humor gráfico como ferramenta dentro das salas de aula. Para isso, ela contou com o apoio da Secretária de Educação de Piracicaba  Angela Maria Cassavia Jorge Corrêa, presente ao evento. 

Na ocasião, Mauricio falou de algumas passagens de sua biografia para mais de mil pessoas no teatro do Engenho Central e agradeceu a homenagem dizendo que é uma honra estar nas 210 bibliotecas de escolas da cidade. Também  disse que cada vez mais quer ampliar as publicações de livros com a Turma da Mônica e que o fez em 2016 o segundo maior autor em vendas no Brasil. Depois visitou o Salãozinho de Humor, paralelo ao Salão e aberto para crianças de todo o Brasil.

Piracicaba é a primeira cidade a adotar a biografia do Mauricio de Sousa, mas outras cidades já se interessam em fazê-lo também.

Sobre Mauricio de Sousa

Mauricio de Sousa iniciou sua carreira como ilustrador na região de Mogi das Cruzes, próximo de Santa Isabel, onde nasceu. Aos 19 anos, mudou-se para São Paulo e, durante cinco anos, trabalhou no Jornal Folha da Manhã (atual Folha de São Paulo), escrevendo reportagens policiais. Em 1959 criou seu primeiro personagem, o cãozinho Bidu. A partir daí vieram, Cebolinha, Cascão, Mônica, e tantos outros. Em 1970, lançou a revista Mônica. Depois de passar pela Editora Abril e Editora Globo, assinou contrato com a multinacional italiana Panini. Cerca de 150 empresas nacionais e internacionais são licenciadas para produzir mais de três mil itens, com os personagens de Mauricio de Sousa; suas criações chegam a cerca de 30 países.

Galeria de mídia

  • A Biografia

    A Biografia "Mauricio - A História que não está no Gibi" , lançada pela Editora Sextante há poucos meses foi adotada pela Prefeitura de Piracicaba
    Foto: Divulgação



Comentários

*Leia o regulamento antes de comentar

Frutos de Indaiá

O Troféu Frutos de Indaiá tem o significado de sucesso e vitória. Uma premiação pelo esforço contínuo e coletivo em direção à excelência.

Confira como foi o Frutos de Indaiá 2021.

COMPARTILHE