24 de Maio de 2022
Central de Relacionamento

Avança obra de construção da alça de acesso da Ponte Estaiada à SP-101

Conforme a Rodovias do Tietê, a obra da alça de acesso será concluída em 15 meses

 Publicado em  24/10/2018 às 15h27  Hortolândia  Cidades


Rodovias do Tietê é responsável pela obra, que deve ficar pronta junto com a implantação do Corredor Metropolitano em Hortolândia

Rodovias do Tietê é responsável pela obra, que deve ficar pronta junto com a implantação do Corredor Metropolitano em Hortolândia
Foto: Prefeitura de Hortolândia

A construção de um dispositivo de acesso e retorno no km 5 da Rodovia Jornalista Francisco Aguirre de Proença (SP-101) está em ritmo acelerado. A obra é realizada pela Rodovias do Tietê, concessionária que administra a SP-101. Quando estiver tudo pronto, a alça de acesso possibilitará a ligação da Rodovia ao Corredor Metropolitano Noroeste, obra que é realizada pela EMTU (Empresa Metropolitana de Serviços Urbanos), otimizando o tráfego de veículos pela Ponte da Esperança (Estaiada), construída pela Prefeitura. A Ponte deve ser liberada em dezembro, conforme anunciou o Estado, dentro da previsão de entrega do primeiro trecho da obra do Corredor Metropolitano. As obras fazem parte do PIC (Programa de Incentivo ao Crescimento).

De acordo com a Artesp (Agência de Transportes do Estado de São Paulo), o dispositivo está orçado em aproximadamente R$ 4,79 milhões. Conforme a Rodovias do Tietê, a obra da alça de acesso será concluída em 15 meses. A previsão é que o dispositivo e as obras da segunda etapa de implantação do Corredor Metropolitano em Hortolândia fiquem prontos na mesma época, no próximo ano.

Esta obra faz parte das intervenções solicitadas pelo prefeito Angelo Perugini ao Estado para viabilizar o tráfego de veículos pela Ponte da Esperança. Em junho, Perugini recebeu a confirmação da Artesp de que o Governo Estadual realizaria este dispositivo de acesso. “A criação desta alça de acesso na saída para Campinas é uma obra bastante aguardada pois viabilizará a Ponte Estaiada dentro da proposta do corredor expresso de ônibus, melhorando e agilizando o tráfego local e regional”, afirma Perugini.

“A obra contempla a implantação de grandes pilares para sustentação na nova alça de acesso. Esta intervenção será realizada no canteiro central da SP-101. Para isso, será necessário ocupar parte da pista, de um dos lados da rodovia. Então, como etapa inicial, uma via marginal está sendo implantada, por onde o tráfego de veículos será desviado durante o período de obras”, explicou o secretário de Planejamento Urbano e Gestão Estratégica, Carlos Roberto Prataviera Junior. A marginal será usada como acesso à própria alça de acesso após a conclusão da obra.

O traçado do Corredor também segue em construção pelo Estado, a partir da Ponte Estaiada, rumo ao Jd. Novo Ângulo, até a SP-101. O serviço, que prioriza o acesso e pavimentação da Ponte, colocará a estrutura em operação,  unindo as regiões Leste (Jd. Novo Ângulo) e Oeste (Jd. Amanda) da cidade. No futuro, quando todo o traçado estiver concluído, a Ponte fará parte do corredor expresso de ônibus, que seguirá desde Americana até Campinas.

PIC

A obra realizada faz parte do PIC (Programa de Incentivo ao Crescimento), programa que prevê investimentos de cerca R$ 400 milhões para promover o desenvolvimento urbano, ambiental, social e humano para que Hortolândia cresça com planejamento e sustentabilidade nos próximos 20 anos.

Galeria de mídia

  • Rodovias do Tietê é responsável pela obra, que deve ficar pronta junto com a implantação do Corredor Metropolitano em Hortolândia

    Rodovias do Tietê é responsável pela obra, que deve ficar pronta junto com a implantação do Corredor Metropolitano em Hortolândia
    Foto: Prefeitura de Hortolândia



Comentários

*Leia o regulamento antes de comentar

Frutos de Indaiá

O Troféu Frutos de Indaiá tem o significado de sucesso e vitória. Uma premiação pelo esforço contínuo e coletivo em direção à excelência.

Confira como foi o Frutos de Indaiá 2021.

COMPARTILHE