Jornal Mais Expressão - Indaiatuba
Jornal Mais Expressão. Conteúdo gratuito e de qualidade!
Central de Relacionamento

Alunos celebram homenagem a professora: 'as pessoas poderão se lembrar dela'

Estudantes e familiares acompanharam cerimônia que batizou estação da Linha 4 com nome de Elisabeth Tenreiro, vítima de ataque em escola

 Publicado em  18/05/2023 às 09h00  São Paulo Capital  Cidades


Homenagem à educadora vítima do ataque à escola estadual Thomazia Montoro é resultado da mobilização de alunos e professores

Homenagem à educadora vítima do ataque à escola estadual Thomazia Montoro é resultado da mobilização de alunos e professores
Foto: Governo do Estado de São Paulo

Governo SP

A partir desta quarta-feira (17), a estação Vila Sônia, da Linha 4-Amarela do Metrô, passa a se chamar Vila Sônia-Professora Elisabeth Tenreiro. A homenagem à educadora vítima do ataque à escola estadual Thomazia Montoro, na zona Oeste da capital, é fruto de uma mobilização de alunos e professores. Um abaixo-assinado com mais de cem adesões foi entregue ao governador Tarcísio de Freitas durante uma visita à escola no mês passado.

“Foi tudo muito rápido. Começamos o abaixo-assinado numa quinta-feira e, no dia seguinte, entregamos o ofício ao governador. Estou feliz. A gente tinha uma conexão muito legal com a professora Beth”, disse Fhelipe Figueiredo, de 13 anos, aluno do 8º ano e um dos idealizadores da homenagem. “Agora, as pessoas que passam na estação vão poder se lembrar dela. Foi a professora Elisabeth Tenreiro, a química, a bióloga, a pesquisadora, a cientista”, completou Fhelipe.

A aluna do 6º ano Camile Cavalcanti, de 11 anos, conta que a ideia ocorreu depois de um café da manhã na escola. “A gente reuniu alguns alunos que estavam lá e os representantes de classe para conversar sobre o que a gente poderia fazer para tentar alterar o nome da estação para Elisabeth Tenreiro. A diretora então imprimiu o papel e a gente foi passando de sala em sala pegando as assinaturas dos alunos. Depois o Tarcísio foi lá na escola, e a gente entregou o abaixo assinado para ele”, relatou Camile, que chamava a professora de vovó Bebeth. “Ela adorava. Era uma pessoa muito guerreira, esforçada e defensora da ciência sempre.”

A homenagem foi definida por decreto publicado no Diário Oficial do Estado em abril. A estação Vila Sônia-Elisabeth Tenreiro também receberá novos letreiros nas fachadas, plataformas e vagões em respeito à memória da educadora.

“Acho que a gente está depositando aqui nosso carinho e nossa homenagem. Todas as vezes que passarmos nessa estação, vamos lembrar da Elisabeth como uma guerreira, uma mãe, uma avó. É isso que a gente quer, que ela seja lembrada por todos”, disse a professora de Geografia e colega de Elisabeth, Gislene Alves.

A memória de Elisabeth Tenreiro ainda deve ganhar novos espaços. A diretora da escola Thomazia Montoro, Vanessa Soares, disse que também pretende batizar a biblioteca com o nome da professora. “O abaixo assinado foi uma iniciativa de toda a comunidade escolar. A gente ainda gostaria de colocar o nome dela na biblioteca. Seria uma homenagem interna, já que ela havia arrumado o espaço uma semana antes do falecimento. Ela era muito querida, sempre com disposição e muitas ideias “, contou a diretora.

Solenidade na estação

O evento na estação Vila Sônia-Elisabeth Tenreiro contou com a presença do governador e dos secretários estaduais Rafael Benini (Parcerias em Investimentos) e Marco Antonio Assalve (Transportes Metropolitanos). “Hoje, essa singela homenagem eterniza o nome da professora Elisabeth e marca a vitória da esperança”, afirmou Tarcísio.

Além dos educadores e de cerca de 250 alunos da escola, familiares de Elisabeth também estiveram presentes no ato. “Só tenho a agradecer essa iniciativa dos alunos. Essa homenagem vem com muito amor e carinho. E foi o que minha mãe sempre dedicou, esse amor e carinho a eles, era por eles que ela vivia. Também agradeço ao governador por ter apoiado a ViaQuatro e viabilizado esse projeto. O legado que minha mãe deixa é o melhor possível, e essa homenagem realmente é de encher o coração de carinho, amor e afeto”, disse uma das filhas da professora, Fernanda Barros.

A homenagem terminou com a apresentação de um painel, em forma de árvore, para registros de mensagens de solidariedade a familiares, amigos e alunos da professora Elizabeth. Os estudantes que participaram da cerimônia também receberam exemplares do “Grande Livro de Ciências do Manual do Mundo”, como forma de lembrança do legado de Elizabeth para a educação.

Galeria de mídia desta notícia

  • Homenagem à educadora vítima do ataque à escola estadual Thomazia Montoro é resultado da mobilização de alunos e professores

    Homenagem à educadora vítima do ataque à escola estadual Thomazia Montoro é resultado da mobilização de alunos e professores
    Foto: Governo do Estado de São Paulo

Frutos de Indaiá

O Troféu Frutos de Indaiá tem o significado de sucesso e vitória. Uma premiação pelo esforço contínuo e coletivo em direção à excelência.

Confira como foi o Frutos de Indaiá 2022.

COMPARTILHAR ESSE ITEM