26 de Agosto de 2019
Central de Relacionamento

Viagem nas férias? Atenção aos cuidados com a saúde

Vacina que protege contra a febre amarela, por exemplo, é exigida em viagens internacionais

 Publicado em  11/07/2019 às 08h00  Brasil  Saúde


Foto: Divulgação

Durante o mês de julho, muitas famílias aproveitam as férias escolares para viajar. Porém, é importante não esquecer dos cuidados com a saúde neste período. De acordo com o médico infectologista Jessé Reis Alves, as viagens são ótimas oportunidades para colocar em dia a carteira de vacinação.

“Colocar as vacinas em dia é o primeiro passo para tentar garantir uma viagem tranquila. Isso vale tanto para crianças como para os adultos”, afirma Alves.

A vacina que protege contra a febre amarela, por exemplo, é exigida para algumas viagens internacionais, caso de países como o Peru, por exemplo, em que o viajante deve apresentar o certificado internacional. Dentro do Brasil, embora não seja exigida, é uma vacina importante, recomendada para quem viaja para quase todo o interior dos estados, além de algumas capitais.

“A imunização é a principal forma de proteger a população contra a febre amarela. Por isso, é imprescindível que todas as pessoas ainda não imunizadas tomem a vacina”, explica a diretora de Imunização da Secretaria de Saúde de SP, Helena Sato.

Alimentação

Independente do destino, é preciso ter muito cuidado na hora de escolher onde se alimentar. É importante sempre consumir alimentos frescos e de procedência confiável, além de beber bastante líquido, preferencialmente água.

Para não ficar refém durante a viagem e os passeios, uma boa alternativa é carregar alguns produtos industrializados, como barras de cereais e biscoitos para situações de emergência.

Confira algumas recomendações:

1 – Se for comer fora de casa, fique muito atento à higienização dos alimentos crus;

2 – Evite lanches com maionese ou ovos que são vendidos nos pontos turísticos e que podem estragar facilmente, causando intoxicação alimentar;

3 – Fique atento à origem do gelo utilizado. Gelo e alimentos contaminados podem causar hepatite A, por exemplo, além de outras doenças;

4 – Mantenha as mãos limpas, seja com água ou álcool gel. Quando andar de transporte público, tocar numa maçaneta ou no botão do elevador, não toque o rosto até que possa higienizá-las;

5 – Se for para destinos quentes, dê preferência a ambientes protegidos com inseticidas de tomada e ar condicionado ou ventilador para evitar picadas de mosquitos;

6 – Passeios a céu aberto pedem o uso de repelente, especialmente à base de ikaridina e DEET. O produto deve ser reaplicado a cada banho de mar, por exemplo, ou quando o corpo transpira muito. Viagens à região Norte do Brasil exigem atenção especial com a malária, doença que é endêmica nesta área e que também pode ser evitada com repelentes.

Galeria de mídia


  • Foto: Divulgação



Comentários

*Leia o regulamento antes de comentar
Frutos de Indaiá

Conheça o maior evento de premiação de Indaiatuba.

Frutos de Indaiá