27 de Outubro de 2020
Central de Relacionamento

Vendas no Dia das Crianças em Indaiatuba terá queda de 6,21%

Previsão de faturamento para a data é de R$ 31,7 milhões

 Publicado em  09/10/2020 às 09h54  atualizado em 09/10/2020 às 09h56 - Indaiatuba  Economia


Devido ao aumento do valor dos brinquedos, o ticket médio também deve ser maior

Devido ao aumento do valor dos brinquedos, o ticket médio também deve ser maior
Foto: Divulgação

Jean Martins
digital@maisexpressao.com.br

O movimento do comércio local no Dia das Crianças não deve ser superar as expectativas. A previsão da Associação Comercial e Industrial de Campinas (ACIC), é que o faturamento chegue a R$ 31,7 milhões, queda de 6,21% quando comparado com a data no ano passado, quando as vendas atingiram o patamar de R$ 33,8 milhões. A data será celebrada na próxima segunda-feira (12). 

“O ticket médio dos presentes deve ser de R$ 150, cerca de 2,04% acima do ano passado que foi de R$ 147. Esse crescimento ocorre em função do impacto inflacionário na elevação do preço dos brinquedos”, salienta o diretor da Acic, o economista Laerte Martins.

Já o movimento na Região Metropolitana de Campinas (RMC) tende a ser um pouco pior. O faturamento deve registrar queda de 6,19%, saindo dos R$ 428 milhões no ano passado para R$ 401,50 em 2020.

“O comércio deve então faturar este ano 93,81% do ano passado. O efeito da Covid-19 é o motivo dessa queda com a quarentena, que afetou as vendas no comércio, tendo em vista a redução do consumo e a perda do poder de compra dos consumidores”, salienta Martins.

Entre os produtos que mais vendem nos Dias das Crianças, destaque para os infantis masculino, como bicicletas, eletroeletrônicos, skates e celulares; e entre as meninas estão bonecas da Barbie, jogos Educativos, vestuário e Celulares.

Cuidados na hora de comprar
Com a proximidade do Dia das Crianças, o Instituto de Pesos e Medidas do Estado de São Paulo (Ipem-SP), órgão delegado do Inmetro, alerta pais e responsáveis a seguirem algumas recomendações de segurança na hora de comprar presentes para os pequenos, como brinquedos, que têm grande procura nesta época do ano.

A supervisão durante o uso pela criança e a escolha adequada do produto por faixa etária são as principais dicas, além da observação da presença do Selo de Identificação da Conformidade do Inmetro. Esse tipo de medida evita acidentes. Produtos da moda merecem atenção redobrada: handspinners, por exemplo, devem ostentar o selo e não são recomendados a crianças abaixo de seis anos.

O Ipem- SP ainda orienta para que os pais comprem somente brinquedos que contenham o Selo do Inmetro, sejam nacionais ou importados. O selo deve estar sempre visível, impresso na embalagem, gravado ou numa etiqueta afixada no produto, e deve conter a marca do Inmetro e o logotipo do organismo acreditado pelo Inmetro que o certificou.

Selecione o brinquedo considerando a idade, o interesse e o nível de habilidade da criança. A faixa etária a que ele se destina – avaliada de acordo com o desenvolvimento motor, cognitivo e comportamental da criança – deve constar na embalagem, assim como informações sobre o conteúdo, instruções de uso, de montagem e eventuais riscos associados à criança, além do CNPJ e do endereço do fabricante. As informações obrigatórias na embalagem demonstram a responsabilidade do fabricante ou importador.

Galeria de mídia

  • Devido ao aumento do valor dos brinquedos, o ticket médio também deve ser maior

    Devido ao aumento do valor dos brinquedos, o ticket médio também deve ser maior
    Foto: Divulgação



Comentários

*Leia o regulamento antes de comentar

Frutos de Indaiá

O Troféu Frutos de Indaiá tem o significado de sucesso e vitória. Uma premiação pelo esforço contínuo e coletivo em direção à excelência.

13 MAR 2021, Clube 9 - Indaiatuba

COMPARTILHE