10 de Ago de 2022
Central de Relacionamento

Primavera mantém técnico Wilson Jr.

Ele assumiu na 7ª rodada da A2 e conseguiu classificar para a fase eliminatória do campeonato

 Publicado em  27/05/2022 às 10h35  Indaiatuba  Esportes


O técnico Wilson Júnior, que se mostrou feliz ao permanecer no clube para a Copa Paulista

O técnico Wilson Júnior, que se mostrou feliz ao permanecer no clube para a Copa Paulista
Foto: Sandro Rodrigues / E.C Primavera

Lucas Mantovani

lucasmantovani@maisexpressao.com.br

 

A diretoria do Primavera anunciou, nesta quarta-feira (25), a permanência de Wilson Júnior como técnico da equipe principal para o restante da temporada. O treinador já estava participando dos planejamentos para a Copa Paulista, mas não havia sido anunciado oficialmente até então. Em nota, o Fantasma elogiou a recuperação do time na competição e disse acreditar no trabalho dele.

Até aqui, o técnico comandou o Primavera em 11 jogos, 9 pela primeira fase do Paulista e dois nas quartas de final. Ele assumiu a equipe após a demissão de Ademir Fesan, técnico que foi responsável pelo acesso à Série A2 em 2021. Durante a primeira fase, Junior conseguiu triplicar o aproveitamento de pontos da equipe. Nas seis primeiras partidas o clube não venceu nenhuma, empatou quatro e perdeu duas, um aproveitamento de 22,2% dos pontos possíveis.

No dia 14 de fevereiro, após o empate em 1-1 contra o Lemense, a direção do clube resolveu mudar. Saiu Fesan, entrou Wilson Júnior. Com o novo técnico, a equipe de Indaiatuba aumentou expressivamente o seu desempenho. Em 9 jogos da primeira fase, o time conseguiu cinco vitórias, tendo ainda três empates e uma derrota. O aproveitamento neste recorte foi de 66,6%, três vezes mais do que no início.

Após a derrota na estreia para o Rio Claro por 1-0, na sétima rodada, o Primavera chegou a 8 partidas sem perder, conquistando quatro vitórias seguidas em casa e também ganhando um jogo fora de casa, fato que ainda não tinha acontecido na competição. Nas quartas de final, a equipe pegou a Portuguesa (atual campeã do campeonato) e fez dois jogos bastante competitivos, apesar de sair derrotada nas duas partidas. 

Os resultados foram determinantes para manter o clube na divisão de acesso do Campeonato Paulista e se classificar para a próxima fase. “Nós vimos no Wilson um diferencial, ele mostrou isso durante a A2. Prontamente já pensamos em dar sequência ao trabalho”, disse o diretor-executivo de futebol Luiz Carlos Cavalheiro.

Em nota, o técnico também comemorou a permanência. “Fico muito contente em continuarmos o projeto. Já estamos trabalhando forte para que o time chegue bastante competitivo para estreia da Copa Paulista”, comentou o treinador.

 

Matando saudade

Este é o time do Primavera de 1947, que disputou o Campeonato Amador do Interior. A competição contava com 172 equipes, divididas em 8 zonas, subdivididas em 33 setores. O Primavera ficou na zona 4, setor 14, composta também pelo Capivariano, Saltense, Rafard, Comercial de Tietê, Juventus de Capivari e São Martinho de Tatuí.  Como destaques desse time tínhamos no início de carreira o goleiro Laércio Milani, com 16 anos, e grandes craques, como os irmãos Tuia e Didi, Juca Escodro, Nêgo Delboni e outros.

Galeria de mídia

  • O técnico Wilson Júnior, que se mostrou feliz ao permanecer no clube para a Copa Paulista

    O técnico Wilson Júnior, que se mostrou feliz ao permanecer no clube para a Copa Paulista
    Foto: Sandro Rodrigues / E.C Primavera



Comentários

*Leia o regulamento antes de comentar

Frutos de Indaiá

O Troféu Frutos de Indaiá tem o significado de sucesso e vitória. Uma premiação pelo esforço contínuo e coletivo em direção à excelência.

Confira como foi o Frutos de Indaiá 2021.

COMPARTILHE