30 de Setembro de 2020
Central de Relacionamento

Primavera é goleado pelo Desportivo

Depois de vencer o Capivariano na estreia, equipe acumula erros em Porto Feliz e perde por 4 a 1

 Publicado em  31/01/2020 às 09h00  Indaiatuba  Esportes


Foto: Divulgação

Uma vitória e uma derrota. Este é o saldo do Esporte Clube Primavera nas duas primeiras partidas disputadas pela Série A3 do Campeonato Paulista. No entanto, o que preocupa é a diferença nos placares. Na estreia contra o Capivarino, no último dia 25, o Fantasma superou o Capivariano pelo placar mínimo, de 1 a 0. Na quarta (29), a equipe foi goleada pelo Desportivo Brasil por 4 a 1. O próximo desafio será contra o Marília, novamente fora de casa, no sábado (1º), às 19h30, no Estádio Bento de Abreu.

Comandado por Daniel Sabino, o Primavera iniciou a partida contra o Capivariano com a seguinte formação: Cleber Alves;
Lucas Mateus, Rodrigo Arroz, Victor Henrique e Alan Rodrigues;
Jairo Blumer, Mateus Silva e Luiz Jardisson;
Alessandro Scheppa, Thiago Nonato e Robson Juninho.

A equipe adversária começou melhor e levou perigo logo aos sete minutos, com Nolasco. O Primavera respondeu na sequência, com Thiago Nonato acertando a trave. A primeira etapa seria marcada pelo pênalti sofrido pelo lateral-direito Denis, do Capivariano. O próprio jogador para a cobrança, defendida pelo goleiro Cleber.

Na etapa final, o Capivariano levaria perigo aos 19 minutos, com mais uma bola na trave e a defesa de Cleber no rebote. A vitória primaverina viria aos 28 minutos, com Alan Rodrigues arriscando de meia distância e o goleiro Christofer falhando ao encaixar a bola, no único gol da partida.

O Estádio Ítalo Mário Limongi recebeu um total de 598 pagantes, com a renda R$ 3.580. O árbitro da partida foi Rodrigo Santos, assistido por Marcos Santos Vieira e Ademilson Lopes da Silva Filho.

Revés

Com a mesma formação da estreia, o Primavera entrou em campo para enfrentar o Desportivo Brasil em Porto Feliz. O primeiro tempo foi igual e os gols saíram de bola parada. O primeiro, aos 24 minutos, foi marcado pelo meia Neto Alexandre. Aos 41, o zagueiro Victor Henrique empataria a partida. No entanto, dois minutos depois, em outro escanteio, o zagueiro Jorge Miguel colocou o time da casa na frente do placar.

Na segunda etapa, o Primavera começou bem, mas logo sofreria uma pane. Foi assim que Caio Vieira ampliou o placar aos 13 minutos e o meia Caio César fechou o placar em 4 a 1 para o Desportivo Brasil, ainda aos 21 minutos de partida. O Fantasma esboçou uma reação, mas o placar elástico parece ter desanimado a equipe.

Ao final da partida, em entrevista à Rádio Correio Esportivo, o técnico Daniel Sabino comentou a derrota. “Na primeira etapa fizemos um jogo equilibrado, mas tomamos dois gols de bola parada, o que já tínhamos treinado para evitar”, afirmou. “No segundo tempo, voltamos melhor, mas não conseguimos chegar ao gol. Em dois contra-ataques, levamos dois”.

Sabino ressaltou que o placar foi atípico. “Foi um jogo decidido nos detalhes, mas não temos equipe para levar quatro gols”, destacou. “Isso não pode se repetir. Temos dois dias para treinar e vamos nos preparar para evitar que esses erros aconteçam novamente”.

Próximo adversário do Primavera, o Marília perdeu seus dois primeiros jogos na competição. Na estreia, jogando em casa, perdeu para o Linense por 1 a 0. Na última quarta (29), atuando fora, perdeu pelo mesmo placar para o Noroeste. Resultados que colocam a equipe na penúltima posição da classificação, na zona de rebaixamento para a Segundona.

Já o Primavera mantém-se com três pontos na classificação e figura na nona colocação da tabela, fora da zona de classificação para a próxima fase da Série A3 do Campeonato Paulista. A equipe volta a jogar em casa no próximo dia 8, às 15h, contra o Rio Preto.  

 

Galeria de mídia


  • Foto: Divulgação



Comentários

*Leia o regulamento antes de comentar
Frutos de Indaiá

Conheça o maior evento de premiação de Indaiatuba.

Frutos de Indaiá

Compartilhe