15 de Ago de 2022
Central de Relacionamento

Concurso nacional de robótica premia alunas de Elias Fausto

Educação Maker implantada no município garantiu habilitação para a participação das equipes

 Publicado em  28/05/2022 às 09h47  Elias Fausto  Educação


Meninas dos 8ºs e 9ºs anos conseguiram aprender com facilidade alguns conceitos

Meninas dos 8ºs e 9ºs anos conseguiram aprender com facilidade alguns conceitos
Foto: Divulgação

Por Lais Fernandes

Especial para o Mais Expressão

Alunas dos 8ºs e 9ºs anos da Rede Municipal de Educação de Elias Fausto conquistaram o primeiro lugar na categoria Cores Values no programa EstroGênias – Meninas na Ciência, que tem o intuito de incentivar a participação de meninas nas áreas de STEAM (ciência, tecnologia, engenharia, artes e matemática). O projeto do torneio foi programar um carrinho que conseguisse cumprir 16 desafios propostos no menor tempo possível, aplicando conceitos makers, robóticos e comportamentais. A equipe premiada foi a MCAP, formada por Débora de Moraes (13 anos), Beatriz Silveira (13 anos), Camilly Proença (13 anos), Mariely keiler (15 anos) e Beatriz dos Santos (14 anos), orientadas pelo professor de Educação Maker, Inácio de Almeida Flor.

A competição aconteceu em modo virtual no mês de abril (é possível assistir a participação no canal do YouTube MCAP Robotic). O município conseguiu fazer parte após incluir a Educação Maker em seu currículo, sendo a única cidade do Estado de São Paulo a ter conquistado essa participação, pois uma das exigências do concurso é a escola participante possuir Sala Maker. Foram feitas as inscrições de três equipes, Magas da robótica (7º ano); MCAP Robotic (8º e 9º ano) e Gênias Maker (7º ano), ao todo foram 19 alunas participantes.

O professor Inácio explica como foi o processo. “O material chegou na escola no dia 10 de fevereiro, porém não tínhamos nem ideia de como funcionava o projeto, só depois de uma semana que recebi o e-mail sobre a inscrição do projeto. Ainda não tínhamos definido quem iria participar e quem seriam os participantes. Então foi proposto um sistema de seleção dos alunos para participar das aulas de robótica, feito o processo seletivo sendo inscrito mais de 150 alunos, com o horário atribuído de 5 horas semanais do projeto Maker, definimos quatro grupos de estudo com 25 alunos em cada grupo, entre meninas e meninos. As meninas ficaram para o torneio Cargo Connect e os meninos ajudaram na montagem da mesa e dos desafios, enquanto outro grupo de meninas ficou no foco de aprender como desenvolver a programação e programar o robô desenvolvido. Com isso as meninas dos 8ºs e 9ºs anos conseguiram aprender com facilidade alguns conceitos e por iniciativa delas auxiliaram as equipes na programação e desenvolvimento do robô proposto”, explica Inácio.

‘Chorei de emoção, a conquista não era esperada’, diz o professor

“Foi uma emoção muito grande participar e conquistar a premiação. Estava assistindo via canal do YouTube e nem esperava nenhuma classificação, pois tivemos pouco tempo para participar e desenvolver as habilidades necessárias para uma competição nacional. O peso era enorme, os desafios gigantes. Ensinar um grupo de meninas que nunca tinham aprendido sobre robótica e Cultura Maker foi muito desafiador. Chorei de emoção, a conquista não era esperada, não contive minhas lágrimas” lembra o professor de Educação Maker, Inácio de Almeida Flor.

As aulas makers em Elias Fausto tem colaborado para o aprendizado interdisciplinar. Neste desafio proposto foram envolvidas as disciplinas de Artes, Matemática e Ciências, porém outras disciplinas estão sendo abordadas durante as aulas, como descreve o professor Inácio. “Estamos com projetos em Geografia, desenvolvendo um sensor de umidade do solo para auxiliar na irrigação da horta desenvolvida em conjunto com outras áreas do conhecimento. Em Matemática, aplicação de Desenho técnico com suas vistas e escalas, simetria e proporção, estudo de área e volume. Em português, a escrita de relatórios e apresentações das atividades desenvolvidas pelos alunos”, detalha Inácio. 

‘Esse é um momento muito especial para mim’, afirma secretária

A secretária de Educação do município, Sandra Bicudo, fala sobre essa inovação na cidade. “Esse é um momento muito especial para mim não só como secretária de Educação, mas como professora da rede há 29 anos. Ver a evolução do município no quesito da Educação me deixa muito feliz, agradeço todo investimento na área da Educação, agradeço a todos os professores por tudo o que fazem pelos alunos e aos alunos. Aproveitem essa oportunidade que vocês estão tendo”, comenta Sandra.

No dia 12 maio, a Prefeitura de Elias Fausto promoveu o 1º Evento Maker, junto com a empresa Amado Maker, a qual viabilizou o projeto na cidade, na ocasião foram apresentados os trabalhos makers e lançada a Plataforma Interativa utilizada em conjunto com as aulas makers.

Os professores que concluíram o treinamento pedagógico como Educador Maker; Técnicos de Laboratório e Fab Manager, receberam seus certificados de conclusão de curso. Durante o evento o prefeito Maurício Baroni (MDB), junto com a secretária de Educação, Sandra Bicudo, também premiaram o professor de Educação Maker, Inácio de Almeida Flor, com um tablet pela dedicação e conquista no concurso EstroGênias.

Galeria de mídia

  • Meninas dos 8ºs e 9ºs anos conseguiram aprender com facilidade alguns conceitos

    Meninas dos 8ºs e 9ºs anos conseguiram aprender com facilidade alguns conceitos
    Foto: Divulgação



Comentários

*Leia o regulamento antes de comentar

Frutos de Indaiá

O Troféu Frutos de Indaiá tem o significado de sucesso e vitória. Uma premiação pelo esforço contínuo e coletivo em direção à excelência.

Confira como foi o Frutos de Indaiá 2021.

COMPARTILHE