13 de Ago de 2022
Central de Relacionamento

Câmara passa pela primeira reforma ampla desde 1983

Proposta inclui também a criação de dispositivos voltados para melhorar a acessibilidade para deficientes

 Publicado em  07/05/2022 às 08h50  Indaiatuba  Política


Área do plenário da Câmara, com móveis cobertos por causa da poeira, onde estão sendo feitas mudanças estruturais

Área do plenário da Câmara, com móveis cobertos por causa da poeira, onde estão sendo feitas mudanças estruturais
Foto: Divulgação

Lucas Mantovani

lucasmantovani@maisexpressao.com.br

Fechado desde o dia 25 de janeiro deste ano para reformas, o prédio da Câmara de Indaiatuba passa pela primeira vez, desde a sua construção, em 1983, por obras estruturais importantes em todo o seu entorno para preservar a durabilidade do patrimônio. Em meio a toda a poeira da construção, o local passa também por modificações que tem o intuito de melhorar a acessibilidade para pessoas com deficiência (PCD).

O estopim para o início da reforma foram as condições criadas por Pepo Lepinsk (MDB) no seu primeiro ano como presidente do Legislativo. Em 2021, sob seu comando a Câmara se tornou a segunda mais econômica do Estado entre as cidades com população entre 200 mil e 300 mil habitantes. Com isto, Pepo aproveitou os sucessivos apontamentos do Corpo de Bombeiros para adequações de segurança mais atuais na estrutura do prédio e deu a ordem para iniciar uma reforma ampla e abrangente.

De acordo com o Departamento de Comunicação da Câmara, verificou-se a necessidade de fazer adequações de segurança que atendessem às normas técnicas que surgiram no período. Para tais adequações, a reforma também foi para a parte estrutural com a correção de rachaduras e trincas, a pintura de todas as repartições, a revitalização dos dois plenários e unificação das recepções e construção de uma passarela que ligará o prédio dos gabinetes ao plenário. 

Acessibilidade

O presidente Pepo Lepinsk decidiu realizar modificações para implementar uma melhor acessibilidade porque, segundo a Comunicação da Câmara, isto já o havia incomodado desde a sua posse como presidente, em 1º de janeiro de 2021, na qual alguns convidados tiveram dificuldade de circulação.

As mudanças na parte de acessibilidade passam pela instalação de mais um elevador e de rampas/plataformas elevatórias. Destaca-se também a readequação das calçadas e instalação de mapa tátil. No plenário, principal espaço para as realizações da sessão, serão instaladas cadeiras especiais para obesos e deficientes.

"Desde o dia da posse da atual Legislatura, observei que a acessibilidade era uma questão que precisava ser aprimorada. Além disso, a preservação do patrimônio e a garantia da segurança para cidadãos, servidores e vereadores são uma obrigação do poder público, que devemos alcançar ao fim desta revitalização", comentou o presidente do Legislativo.

Os apontamentos para melhorias de acessibilidade foram pensados em conjunto com o Conselho Municipal para Assuntos da Pessoa com Deficiência (Comdefi). O órgão efetuou apontamentos de natureza técnica, como a falta de alternativa às escadas em todos os pavimentos, rampas com inclinação excessiva, poltronas inadequadas, entre outros pontos.

Custos

De acordo com o Departamento de Comunicação da Câmara, a obra está inicialmente orçada em R$ 836 mil e tem previsão de entrega para o final de julho.

Ao ser perguntada sobre alterações nos valores das obras, o departamento se limitou a dizer que “eventuais aditamentos, quando e se necessários serão oportunamente divulgados na Imprensa Oficial”.

Galeria de mídia

  • Área do plenário da Câmara, com móveis cobertos por causa da poeira, onde estão sendo feitas mudanças estruturais

    Área do plenário da Câmara, com móveis cobertos por causa da poeira, onde estão sendo feitas mudanças estruturais
    Foto: Divulgação



Comentários

*Leia o regulamento antes de comentar

Frutos de Indaiá

O Troféu Frutos de Indaiá tem o significado de sucesso e vitória. Uma premiação pelo esforço contínuo e coletivo em direção à excelência.

Confira como foi o Frutos de Indaiá 2021.

COMPARTILHE