10 de Ago de 2022
Central de Relacionamento

Até 80% dos casos de cegueira podem ser evitados e não são

OMS criou o ‘Abril Marrom’ como forma de conscientização dos cuidados

 Publicado em  14/04/2022 às 17h51  atualizado em 15/04/2022 às 12h15 - Indaiatuba  Saúde


Símbolo do 'Abril Marrom'

Símbolo do 'Abril Marrom'

Por Hellica Miranda

hellicamiranda@maisexpressao.com.br

Pelo menos de 60% a 80% dos casos de cegueira podem ser evitados com cuidados básicos indispensáveis, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), mas eles acabam não sendo observados.

Por essa razão, o Brasil tem mais de 6,5 milhões de pessoas com alguma deficiência visual e desse total pelo menos 582 mil pessoas são completamente cegas. Não há números disponíveis de Indaiatuba nesse universo, mas acredita-se que exista uma proporcionalidade.

Para tentar conscientizar as autoridades e as pessoas para a necessidade de se tomar os cuidados básicos, a OMS criou o “Abril Marrom”, como forma de chamar a atenção para a importância de se tomar medidas.

Catarata

“A principal causa de cegueira em Indaiatuba, no Brasil e no mundo é a catarata, que afeta mais pacientes da terceira idade e muitas vezes é decorrente do envelhecimento do cristalino. Ele vai ficando opaco e causa uma turvação de visão”, expõe o oftalmologista Frederico Xavier, da Clínica Promédica.

O médico também acrescenta que existem outras formas de catarata, que acometem pacientes mais jovens, como a catarata congênita, que acontece quando o bebê nasce com a doença e precisa de uma abordagem cirúrgica rápida. “Esse é um dos motivos de se realizar o teste do olhinho”, destaca.

Outras causas

Outros fatores também podem ocasionar cegueira, como um trauma contuso ocular, que pode ocasionar a catarata, ou o uso constante de corticoides para tratamento de doenças autoimunes, como lúpus e artrite reumatoide.

O doutor Frederico Xavier salienta ainda que a segunda maior causa de cegueira está nos casos de erros de refração, como miopia, hipermetropia e astigmatismo, que são tratáveis com o uso de óculos.

Acompanhamento oftalmológico deve ser constante

O oftalmologista Frederico Xavier, da Clínica Promédica, afirma que, muitas vezes, a população acaba tendo dificuldade de acesso a consultas com o oftalmologista, o que pode agravar a situação e até levar a cegueiras.

“Para prevenção da cegueira, o ideal é que se tenha o acompanhamento oftalmológico desde o nascimento. O teste do olhinho é o primeiro exame oftalmológico realizado, normalmente pelo pediatra, na maternidade. Na sequência, com dois, três meses, você já pode levar o bebê ao oftalmo, que consegue fazer um exame um pouquinho mais preciso e análise de algumas estruturas do globo ocular e, daí para a frente, manter o acompanhamento pelo menos uma vez por ano, desde que não apresente nenhuma dificuldade para enxergar”, ressalta o médico.

PARA MANTER A SAÚDE DOS OLHOS

  • Tome cuidado com a higiene dos olhos e com as mãos, que podem levar bactérias aos olhos
  • Use óculos de sol com proteção ultravioleta, que protegem a retina e o cristalino da exposição nociva aos raios ultravioleta do sol
  • Os óculos de sol também previnem a degeneração macular e a catarata, que podem causar cegueira

Fonte: Clínica Promédica

Galeria de mídia

  • Símbolo do 'Abril Marrom'

    Símbolo do 'Abril Marrom'

  • O oftalmologista Frederico Xavier, da Clínica Promédica: cuidados básicos são essenciais

    O oftalmologista Frederico Xavier, da Clínica Promédica: cuidados básicos são essenciais



Comentários

*Leia o regulamento antes de comentar

Frutos de Indaiá

O Troféu Frutos de Indaiá tem o significado de sucesso e vitória. Uma premiação pelo esforço contínuo e coletivo em direção à excelência.

Confira como foi o Frutos de Indaiá 2021.

COMPARTILHE