13 de Ago de 2022
Central de Relacionamento

Após mais de um mês, cidade volta a contar com as mortes provocadas pela Covid-19

Número de casos positivos tem alta em todo Estado; crescimento da contaminação está mais rápido

 Publicado em  10/06/2022 às 09h10  Indaiatuba  Saúde


Imagens de leitos do Haoc, que começam a ficar cheios novamente por causa da Covid-19

Imagens de leitos do Haoc, que começam a ficar cheios novamente por causa da Covid-19
Foto: Reprodução / Mais Expressão

Lucas Mantovani

lucasmantovani@maisexpressao.com.br

Após registrar os números mais baixos de internações durante toda a pandemia no mês de abril, a média móvel de internações por Covid-19 voltou a crescer em todo o Estado. Em Indaiatuba, além do crescimento nos casos de diagnóstico positivo, a cidade voltou a registrar mortes por conta de doença, fato que não acontecia desde 28 de abril.

Na última semana de abril, recorte do último falecimento divulgado, a cidade havia registrado 91 casos da doença. O número seguiu relativamente estável até a metade do mês de maio. No dia 16, a Prefeitura divulgou o registro de 413 novos casos, um aumento de quase 150% em relação à semana anterior, com 166 casos.

As semanas seguintes também registraram crescimentos e os números percentuais atingiram aumentos de 100% entre a semana do dia 23 e 30 de maio. Nesta última semana, apesar do número de casos registrar uma queda de 32%, os cinco falecimentos registrados ligam o sinal de alerta no município.

Durante toda a pandemia, a Prefeitura de Indaiatuba seguiu as determinações vindas do Estado, determinando em conjunto com o governo as autorizações e restrições. O uso de máscaras na cidade segue obrigatório apenas para o transporte público e os locais de saúde, sendo liberadas em todos os outros ambientes.

Atualmente em Indaiatuba há 14 pessoas internadas com síndromes respiratórias, 8 destas com teste positivo para a Covid-19. A taxa de ocupação atingiu a sua totalidade no Hospital Augusto de Oliveira Camargo, mas em nota a assessoria de comunicação do Haoc informou que o número absoluto de leitos de enfermaria disponível está sendo alterado conforme a necessidade.

Em relação à UTI (Unidade de Tratamento Intensivo), o Haoc segue também com 100% de ocupação. No Hospital Santa Ignês, a ocupação está na casa de 50%.

Comitê de Saúde orienta retomada de máscaras

O Comitê de Saúde do governo de São Paulo voltou a recomendar o uso de máscaras em locais fechados por conta do aumento de mais de 230% nos casos de internação diária relativas ao novo coronavírus.

Apesar de todo o aumento, o governo de São Paulo deixou as responsabilidades para as Prefeituras. O secretário da Saúde, Jean Gorinchteyn, disse em nota e também em entrevistas oficiais que o governo não irá decretar novas medidas, ao menos por agora. “A medida não será retomada frente aos índices que, a despeito de terem sido elevados, ainda estão muito distantes do pico causado pela variante Ômicron do coronavírus, no início de 2022”, afirmou.

Há especialistas na área da saúde que recomendam o uso de máscaras em todos os ambientes, inclusive os abertos, para pessoas que se enquadram no grupo de risco e reforçaram a necessidade do esquema vacinal completo. A retirada da obrigação do uso de máscaras em ambientes fechados foi decretada em 17 de março, ainda na gestão do ex-governador João Dória (PSDB).

Galeria de mídia

  • Imagens de leitos do Haoc, que começam a ficar cheios novamente por causa da Covid-19

    Imagens de leitos do Haoc, que começam a ficar cheios novamente por causa da Covid-19
    Foto: Reprodução / Mais Expressão



Comentários

*Leia o regulamento antes de comentar

Frutos de Indaiá

O Troféu Frutos de Indaiá tem o significado de sucesso e vitória. Uma premiação pelo esforço contínuo e coletivo em direção à excelência.

Confira como foi o Frutos de Indaiá 2021.

COMPARTILHE