30 de Setembro de 2020
Central de Relacionamento

Ação garante estoque de leite materno em Campinas

Antecipação do Agosto Dourado ampliou volume em 274,4 litros

 Publicado em  30/07/2020 às 12h27  Campinas  Saúde, beleza e bem estar


Da Redação

maisexpressao@maisexpressao.com.br

Em janeiro, preocupados com o estoque do seu Banco de Leite Humano que registrava apenas 108 litros - a metade do mínimo ideal para o atendimento dos seus 62 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e Unidade de Cuidados Intermediários Neonatal (UCI) -, o Hospital Maternidade de Campinas decidiu antecipar a campanha de doação de leite materno. O medo era chegar no outono sem o volume necessário para enfrentar os meses mais frios quando, geralmente, aumentam as internações de recém nascidos por problemas respiratórios.

Segundo a direção do hospital, a estratégia foi bem sucedida, e antes de chegar ao “Agosto Dourado”, mês que simboliza a luta pelo incentivo à amamentação, o estoque registra 274,4 litros de leite materno no Banco de Leite Humano do Hospital Maternidade de Campinas, quase 40% a mais do mínimo necessário para o atendimento da demanda esperada para o período.

"Em abril iniciamos uma ampla campanha de arrecadação e estamos vendo, a cada mês, o aumento gradativo do estoque. Muitas das doadoras que voltam a trabalhar após a licença-maternidade deixam de realizar a ordenha por não terem um local apropriado no trabalho para a retirada e para o armazenamento correto do leite. Em casa, o processo é muito mais simples. Para se ter uma ideia, apenas no “Agosto Dourado” de 2018 conseguimos chegar aos 200 litros. Sempre estamos trabalhando com volumes bem abaixo disso”, explica Olivia Fávaro, coordenadora do Banco de Leite do hospital.

Galeria de mídia

Não há fotos e vídeos disponíveis.



Comentários

*Leia o regulamento antes de comentar
Frutos de Indaiá

Conheça o maior evento de premiação de Indaiatuba.

Frutos de Indaiá

Compartilhe