15 de Jun de 2021
Central de Relacionamento

Vacina contra a gripe tem baixa procura em Indaiatuba

Município vacinou até agora 37% do público previsto para esta etapa

 Publicado em  06/05/2021 às 12h47  Indaiatuba  Saúde, beleza e bem estar


Devem ser vacinadas crianças de 6 meses a menores de 6 anos, gestantes, puérperas de até 45 dias após o parto e profissionais de saúde

Devem ser vacinadas crianças de 6 meses a menores de 6 anos, gestantes, puérperas de até 45 dias após o parto e profissionais de saúde
Foto: Eliandro Figueira - RIC/PMI

Da redação 

A poucos dias do encerramento da primeira etapa da Campanha Nacional de Vacinação Contra Influenza, as unidades de saúde de Indaiatuba registram baixa procura pelo imunizante. A campanha foi iniciada no dia 12 de abril e até quarta-feira (5) o município vacinou 8.432 pessoas, 37% do público alvo, que inclui crianças de 6 meses a menores de 6 anos, gestantes, puérperas de até 45 dias após o parto e profissionais de saúde.

Esta etapa inicial vai até o dia 10 de maio e as pessoas que fazem parte do grupo ainda podem comparecer à unidade de saúde mais próxima da residência e receber o imunizante. De acordo com a Secretaria Municipal da Saúde, aproximadamente 23 mil pessoas fazem parte do público alvo da primeira etapa da campanha.

Para receber o imunizante contra a Influenza é preciso estar cadastrado na plataforma Minha Vacina, disponível no site da PrefeituraBasta clicar no botão Minha Vacina no campo Serviços em Destaque, e fornecer o CPF, que é obrigatório para cadastrar, inclusive as crianças.

Para receber a dose é necessário levar documento com foto, comprovante de endereço, carteirinha de classe para profissionais de saúde e, no caso das gestantes e puérperas, o cartão Pré-Natal.

A secretária da Saúde, Graziela Garcia, reforça a importância da vacina contra a gripe.

“No outono as pessoas ficam mais propícias a terem infecções respiratórias e a vacina ajuda a prevenir o problema. Como ainda estamos no meio de uma pandemia, a vacina contra gripe também é uma forma de auxiliar os profissionais de saúde a descartarem as influenzas na triagem e acelerarem o diagnóstico para a Covid-19”, explicou.

Conforme divulgou o Ministério da Saúde, a segunda etapa da Campanha Nacional de Vacinação Contra Influenza começa na próxima terça-feira (11), para idosos e professores. Quem tomou vacina contra Covid-19 deve aguardar 15 dias após a segunda dose para ser imunizado contra a gripe. O cadastro na plataforma Minha Vacina é obrigatório também para esta campanha.

A terceira etapa da Campanha de Vacinação contra Gripe tem previsão para 9 de junho a 9 de julho e será para demais grupos prioritários, como: portadores de doenças crônicas, pessoas com deficiência permanente, pessoas de força de segurança e salvamento, forças armadas, caminhoneiros, trabalhadores de transporte coletivo e trabalhadores portuários.

Galeria de mídia

  • Devem ser vacinadas crianças de 6 meses a menores de 6 anos, gestantes, puérperas de até 45 dias após o parto e profissionais de saúde

    Devem ser vacinadas crianças de 6 meses a menores de 6 anos, gestantes, puérperas de até 45 dias após o parto e profissionais de saúde
    Foto: Eliandro Figueira - RIC/PMI



Comentários

*Leia o regulamento antes de comentar

Frutos de Indaiá

O Troféu Frutos de Indaiá tem o significado de sucesso e vitória. Uma premiação pelo esforço contínuo e coletivo em direção à excelência.

13 MAR 2021, Clube 9 - Indaiatuba

COMPARTILHE