23 de Jan de 2022
Central de Relacionamento

Novo IPVA ‘esquenta’ cabeça de donos de veículos

Governo promete voltar atrás em cobrança à vista nas transferências de usados

 Publicado em  14/01/2022 às 14h00  atualizado em 14/01/2022 às 14h24 - Indaiatuba  Cidades


Motorista segura documento de porte obrigatório, que passará por atualização com o pagamento do IPVA

Motorista segura documento de porte obrigatório, que passará por atualização com o pagamento do IPVA
Foto: Reprodução

Por Lucas Mantovani

O Imposto sobre Propriedades de Veículos Automotores (IPVA) ficou mais caro em 2022, principalmente para quem comprar carros seminovos e usados. Com a alta dos preços no mercado, o imposto aumentou cerca de 15% em carros com até 4 anos de lançamento e chegou a 21% nos automóveis mais velhos. Os 0 km também não escaparam, tendo um acréscimo de 8,29% em média. Além do aumento no valor de mercado, a obrigação do pagamento de IPVA à vista no ato da compra para carros seminovos e usados, definida por decreto pelo governador, tem desagradado lojistas e compradores.

Com as alterações na regra do IPVA, assim que o comunicado de venda for realizado o cliente é obrigado a pagar o imposto no ato, independentemente das datas de parcelamento. Segundo um dos sócios da Avenida Veículos, Renato Rocha, a regra prejudica os clientes e as próprias lojas, podendo criar uma série de problemas. “O comprador fica mais inseguro para comprar por conta do pagamento do imposto à vista. Isso pode fazer com que muitos não façam o licenciamento, causando também problemas para as lojas que vendem”, afirmou.

Como a medida foi muito criticada por diversas entidades, o governador João Dória já se prontificou a mandar um substitutivo com urgência para autorizar a transferência de veículos usados outra vez com a possibilidade de parcelamento, solucionando o problema. Em nota, a assessoria do Governo de Estado informou que “o objetivo é propiciar melhores condições para o mercado de veículos usados”.

Outras mudanças foram realizadas pelo Governo de São Paulo no imposto de 2022, estas vistas como um acerto por clientes e lojas. O desconto no pagamento à vista subiu de 3% para 9%, desde que ele ocorra em janeiro. Para quem for pagar a cota em fevereiro ou mesmo parcelar, o desconto será de 5%, podendo ser realizada a divisão em até 5 vezes, duas a mais que anteriormente. O imposto é calculado sobre o valor médio de venda dos modelos, em São Paulo, o cálculo feito sobre a estimativa da pesquisa realizada pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) resultou em uma elevação média de 21,99% para os automóveis.

 

Galeria de mídia

  • Motorista segura documento de porte obrigatório, que passará por atualização com o pagamento do IPVA

    Motorista segura documento de porte obrigatório, que passará por atualização com o pagamento do IPVA
    Foto: Reprodução



Comentários

*Leia o regulamento antes de comentar

Frutos de Indaiá

O Troféu Frutos de Indaiá tem o significado de sucesso e vitória. Uma premiação pelo esforço contínuo e coletivo em direção à excelência.

Confira como foi o Frutos de Indaiá 2021.

COMPARTILHE