15 de Jun de 2021
Central de Relacionamento

Conheça a pedagoga Keyla Ferrari, autora de seis livros infantis

Nesse mês que comemoramos o Dia Nacional do Livro Infantil, relembramos a importância de ler para crianças

 Publicado em  23/04/2021 às 11h47  atualizado em 23/04/2021 às 11h49 - Brasil  Cultura e lazer


A autora Keyla Ferrari se dedica a temas relacionados principalmente à inclusão de pessoas com deficiência

A autora Keyla Ferrari se dedica a temas relacionados principalmente à inclusão de pessoas com deficiência
Foto: Arquivo pessoal

Bárbara Garcia
rmc@maisexpressao.com.br

No último dia 18 de Abril, se comemora o Dia Nacional do Livro Infantil, que coincide com o aniversário de Monteiro Lobato, famoso pelas obras do “Sítio do Picapau Amarelo” e um dos primeiros autores que se dedicou a escrever livros para crianças.

Por isso, trazemos hoje a pedagoga, bailarina e professora de dança Keyla Ferrari Lopes, autora de 6 livros infantis e mãe de dois filhos, Leonardo e Francisco.

Sua primeira obra infantil publicada foi “O giro da Bailarina”, pela editora Paulinas, inspirado em uma aluna que usava cadeira de rodas.

“Ela me perguntou por que nunca tinha visto uma bailarina igual a ela, com a cadeira, e foi aí que percebi o quanto era importante ensinar inclusão logo cedo, para crianças pequenas”, conta Keyla.

O segundo livro foi “A Casa Amarela”, publicado pela Fundação Educar, coleção “Amigos Especiais – Projeto Leia Comigo”, que pode ser baixado gratuitamente em PDF no site da instituição. A história é sobre uma criança surda, a inserção dela na escola, a descoberta da surdez e como a família poderia lidar com isso. “Publicamos há quase 12 anos, hoje penso em escrever a versão de como seria esse rapaz adulto”, explica ela.

O terceiro foi “O menino genial”, que conta a história do nascimento de uma criança com síndrome de Down pelo olhar da irmãzinha dele. Já o quarto livro, “João, o Palhaço Coração”, traz um outro tipo de inclusão: a dos meninos em situação de rua que fazem malabarismos nos faróis.

“Foi em uma época em que estava trabalhando com iniciativas de Circo Social, e decidi abordar esse outro aspecto importante da desigualdade social”.

O quinto livro, chamado “A pequena Helena”, foi lançado em 2012, durante um evento de contação de histórias em uma escola de educação infantil. Foi inspirado na vida da filósofa Hellen Keller, conhecida por ter surdo-cegueira. “É uma versão abrasileirada da história dessa mulher tão importante, e aborda vários métodos de comunicação com pessoas surdo-cegas”, explica Keyla.

O título mais recente escrito por ela foi sua única fábula: “O jardim das flores douradas”. Esse é mais ligado a situações de injustiça e abuso.

“Como podem perceber, todos os meus livros abordam questões sociais, de um jeito acessível para qualquer criança”. Keyla conta que está até pensando em lançar uma pequena editora de livros infantis, publicados online, em breve.

Para você que se interessou pelos livrinhos, só acessar suas redes, @keylaferrarilopes, ou se quiser experimentar uma aula de dança adaptada e online, o telefone para contato é o (19) 99852-2829.

Galeria de mídia

  • A autora Keyla Ferrari se dedica a temas relacionados principalmente à inclusão de pessoas com deficiência

    A autora Keyla Ferrari se dedica a temas relacionados principalmente à inclusão de pessoas com deficiência
    Foto: Arquivo pessoal



Comentários

*Leia o regulamento antes de comentar

Frutos de Indaiá

O Troféu Frutos de Indaiá tem o significado de sucesso e vitória. Uma premiação pelo esforço contínuo e coletivo em direção à excelência.

13 MAR 2021, Clube 9 - Indaiatuba

COMPARTILHE