07 de Mar de 2021
Central de Relacionamento

Pandemia reduz à metade os números de mamografias no Brasil

Exame é fundamental para o diagnóstico precoce do câncer de mama

 Publicado em  08/02/2021 às 11h13  Estado SP  Saúde, beleza e bem estar


Diagnóstico precoce, por meio da mamografia, é essencial para o tratamento do câncer de mama

Diagnóstico precoce, por meio da mamografia, é essencial para o tratamento do câncer de mama
Foto: Divulgação

Da redação 

Segundo a Sociedade Brasileira de Mastologia, entre janeiro e julho do ano passado, diante da pandemia de Covid-19, o número de mamografias pelo Sistema Único de Saúde (SUS) caiu quase pela metade, quando comparado com o mesmo período em 2019. Em Valinhos, foram feitos em média 7,5 exames por dia, ou seja, menos de um terço das mamografias que deveriam ter sido realizadas em 2020.

O município de Valinhos tem uma população feminina estimada em 64.441. Deste total, 22.401 são mulheres entre 40 e 69 anos, faixa de rastreio recomendada pelo SUS para os exames anuais de mamografia. Neste levantamento realizado junto à Secretaria de Saúde do município pelo Grupo Rosa e Amor, referência há 20 anos na região de Campinas pelo acolhimento e o trabalho multidisciplinar oferecido a mulheres com câncer e seus familiares, a média ideal de mamografias feitas ao longo de 2020 deveria atingir 653 exames, ou 32,6 por dia.

“Metade da população feminina no município de Valinhos recorre ao sistema de saúde suplementar. A soma de cidadãs que dependem exclusivamente do SUS chega a 11.200”, explica a médica Márcia Camargo, presidente do Grupo Rosa e Amor. “Considerando que 70% deste total de assistidas pelo serviço público de saúde são mulheres conscientes da importância dos exames para diagnóstico precoce, teríamos no município a necessidade de realizar 7.840 no ano”, diz.

O Ministério da Saúde credita à pandemia a queda acentuada do número de mamografias em 2020.

“Não há dúvida de que este seja um fator preponderante”, avalia Márcia. No entanto, a médica atenta para as conseqüências da não realização deste exame para diagnóstico precoce tão importante para identificar lesões muito pequenas, muitas vezes não palpáveis. “Haverá um aumento de casos de câncer de mama em fase já avançada, o que vai interferir significativamente no sucesso do tratamento da doença”, observa.

Em 2020, o Grupo Rosa e Amor, destaca Márcia Camargo, recebeu 61 mulheres com câncer de mama diagnosticadas em outros serviços de saúde, que não os de Valinhos. Em 2019, foram 88 casos. “Este comparativo, embora mostre uma queda no número de casos de um ano para o outro, reflete uma realidade em tempos de pandemia: quanto menos exames se faz, os diagnósticos tardios aparecem em maior número, com casos de câncer em estágios avançados”, diz. “Quando descoberto no início, este tipo de câncer tem 95% de possibilidade de cura”, afirma a médica.

À frente da associação que acolhe 450 mulheres com câncer e seus familiares e conta com profissionais e voluntários capacitados para oferecer assistência nas áreas de serviço social, enfermagem, terapia ocupacional, psicologia, fisioterapia, nutrição, terapias integrativas e apoio jurídico, a presidente ressalta que os exames para diagnóstico precoce nunca devem ser negligenciados. “Neste sentido, o Dia Nacional da Mamografia tem para nós um significado ainda mais importante em tempos de pandemia”, diz. “Que este 5 de fevereiro coloque num primeiro plano a importância de toda a comunidade como atores participativos num diagnóstico precoce para que a população possa ter mais saúde.”

 

Galeria de mídia

  • Diagnóstico precoce, por meio da mamografia, é essencial para o tratamento do câncer de mama

    Diagnóstico precoce, por meio da mamografia, é essencial para o tratamento do câncer de mama
    Foto: Divulgação



Comentários

*Leia o regulamento antes de comentar

Frutos de Indaiá

O Troféu Frutos de Indaiá tem o significado de sucesso e vitória. Uma premiação pelo esforço contínuo e coletivo em direção à excelência.

13 MAR 2021, Clube 9 - Indaiatuba

COMPARTILHE