27 de Outubro de 2020
Central de Relacionamento

Obra em avenida de Indaiatuba é concluída

Recape no trecho da ponte antiga, na Alameda Antonio Estanislau do Amaral, marcou a finalização dos serviços

 Publicado em  10/10/2020 às 21h08  Indaiatuba  Cidades


O investimento na obra foi de R$ 8 milhões e os serviços foram concluídos em 15 meses

O investimento na obra foi de R$ 8 milhões e os serviços foram concluídos em 15 meses
Foto: Eliandro Figueira - RIC/PMI

Da redação 

A obra de duplicação e requalificação da alameda Coronel Antonio Estanislau do Amaral, em Itaici, foi totalmente concluída.

Nesta semana a empresa responsável pela execução dos serviços finalizou as benfeitorias realizadas na via com o recapeamento do asfalto no trecho da ponte antiga, que ficou de sentido único, bairro-centro.

De acordo com a Secretaria de Obras e Vias Públicas, foi uma obra bastante complexa, mas que trouxe muitos benefícios para a região.

A via de 2,1 quilômetros agora conta com quatro faixas de rolamento em toda a sua extensão, o que melhorou muito a fluidez do trânsito no local. A alameda também ficou mais segura e com a acessibilidade necessária aos pedestres.

A revitalização da Estanislau do Amaral atende a uma solicitação antiga de moradores e comerciantes da região, que cresceu muito nos últimos anos. A via que é o principal acesso a Itaici, já não comportava mais o fluxo de veículos que recebe diariamente, o que acabava travando o trânsito em alguns trechos, principalmente em horários de pico.

As intervenções começam na altura da rodovia SP-75 e se estendem até o trecho inicial da rodovia José Boldrini, na altura da portaria do condomínio Colinas do Mosteiro de Itaici, que foi duplicado em 2013. Um canteiro central passou a dividir as faixas, ficando duas no sentido centro-bairro e outras duas no sentido bairro-centro. O paisagismo do canteiro deu um colorido diferenciado para a avenida com o plantio de ciprestes italianos e ixoras.

No total, a obra envolveu 27 mil m² de asfalto novo e de recapeamento; 4.200 metros lineares de calçadas e mais um quilômetro de novas galerias de águas pluviais. O reforço do sistema de drenagem resolveu o problema de acúmulo de água em alguns pontos da pista.

A duplicação também envolveu a construção de uma nova ponte de concreto sobre o rio Jundiaí, ao lado da ponte já existente, que abriga duas faixas de rolamento no sentido centro-bairro, com um leito carroçável de 55 metros de extensão e oito metros de largura. A ponte metálica que existia no local foi retirada e realocada no Parque Ecológico, na altura do Jardim Colonial.

Um novo sistema semafórico foi instalado nas proximidades da rua Suíça o que tornou mais seguro o acesso à alameda Coronel Antonio Estanislau do Amaral, tanto no sentido centro-bairro como no sentido bairro-centro. Para tornar o sistema mais eficiente foi instalado um sensor no pavimento da rua Suíça que detecta a presença de veículos na via e aciona o sinal verde no acesso à Estanislau. Quando não há trânsito na Suíça o semáforo permanece aberto na alameda, dando fluidez ao tráfego de veículos que seguem na via.

O semáforo que já funciona na confluência com a avenida Ezequiel Mantoanelli, foi remodelado com novas faixas de conversão. Próximo a ele foram criados dois bolsões de estacionamento que somam mais de 60 vagas.

Também para garantir mais segurança aos pedestres, foram instaladas travessias elevadas em seis pontos da alameda, e as calçadas foram projetadas seguindo todas as normas de acessibilidade. Aliás, a acessibilidade também está presente nos novos pontos de ônibus instalados no local, com espaço exclusivo para cadeirantes.

A Estanislau do Amaral também recebeu 65 pontos de iluminação LED e o projeto de requalificação ainda incluiu a revitalização da parte elétrica em toda a extensão da via, com a realocação dos postes da rede primária de energia, eliminando a poluição visual acarretada pelo excesso de fiação.

O investimento foi de R$ 8 milhões e os serviços foram concluídos em 15 meses, três meses antes do prazo contratual. 

 

Galeria de mídia

  • O investimento na obra foi de R$ 8 milhões e os serviços foram concluídos em 15 meses

    O investimento na obra foi de R$ 8 milhões e os serviços foram concluídos em 15 meses
    Foto: Eliandro Figueira - RIC/PMI



Comentários

*Leia o regulamento antes de comentar

Frutos de Indaiá

O Troféu Frutos de Indaiá tem o significado de sucesso e vitória. Uma premiação pelo esforço contínuo e coletivo em direção à excelência.

13 MAR 2021, Clube 9 - Indaiatuba

COMPARTILHE