23 de Fevereiro de 2019
Central de Relacionamento

Indicador antecedente de emprego recua 0,8 ponto em julho, diz FGV

Desde o segundo trimestre de 2014, início da crise econômica, o indicador não recuava


07/08/2018 às 09h43

Brasil    Economia


Vitor Abdala – Repórter da Agência Brasil

O Indicador Antecedente de Emprego (Iaemp) recuou 0,8 ponto de junho para julho deste ano, atingindo 94,7 pontos em uma escala de zero a 200 pontos. O indicador teve a quinta queda consecutiva e chegou ao menor nível desde dezembro de 2016 (90 pontos).

Desde o segundo trimestre de 2014, início da crise econômica, o indicador não recuava por cinco meses consecutivos, de acordo com a Fundação Getulio Vargas (FGV). O Iaemp é medido com base na expectativa de consumidores e de empresários da indústria e dos serviços, em relação ao futuro do mercado de trabalho.

Outro indicador da FGV, o Indicador Coincidente de Desemprego (ICD), que busca refletir a opinião dos consumidores sobre o mercado de trabalho atual, no entanto, apresentou melhora.

O ICD tem uma escala invertida, ou seja, quanto menos pontos registrar, melhor é a situação do mercado de trabalho. O indicador recuou 1 ponto de junho para julho e atingiu 96,1 pontos em uma escala de zero a 200 pontos (em que zero é a melhor situação).

Para a FGV, apesar da melhora no ICD, a pesquisa sinaliza para um mercado de trabalho bastante difícil.



Galeria de mídia

Não há fotos e vídeos disponíveis.



Comentários

*Importante

  • Todo comentário é de responsabilidade exclusiva de seu autor
  • Nenhum comentário expressa ou representa a opnião do nosso portal
  • Não use comentários para incitar ou promover atos difamatórios, preconceituosos, seja de qualquer raça, genêro, oriêntação, religião, deficiência ou de qualquer espécie e natureza
  • O comentário poderá ser excluído a qualquer momento, sem prévio aviso, caso infrinja o regulamento acima.

Frutos de Indaiá

Conheça o maior evento de premiação de Indaiatuba.

Frutos de Indaiá