19 de Março de 2019
Central de Relacionamento

Indaiatubanos pagaram mais de R$ 300 milhões de impostos em 2018

Valor supera o total de impostos, taxas e contribuições pagos em 2017


11/01/2019 às 10h42

Indaiatuba    Economia

Neste ano de 2019, a arrecadação da cidade já soma R$ 9 milhões

Neste ano de 2019, a arrecadação da cidade já soma R$ 9 milhões - Foto: Reprodução


Indaiatuba arrecadou R$ 308.086.452,40 em impostos no ano passado. A informação é do Impostômetro da Associação Comercial de São Paulo (ACSP), que contabiliza os valores arrecadados pelos estados e municípios.
Os valores correspondem o total de impostos, taxas e contribuições pagos na cidade de 1º de janeiro a 31 dezembro de 2018. 
Em 2017 os indaiatubanos pagaram R$ 277.095.689,36 de impostos, o que corresponde a um aumento de R$ 30.990.763,04 quando comparado com o valor do ano passado. Neste ano de 2019, a arrecadação da cidade já soma R$ 9 milhões.
Levando em conta todo o país, foram arrecadados, em 2018, R$ 2,38 trilhões em impostos, taxas e contribuições. Em 2017 havia sido R$ 2,17 trilhões. 
Ainda de acordo com o impostômetro, o brasileiro trabalhou, exatamente, 153 dias (5 meses) para arcar com a tributação. 
Neste ano de 2019, a arrecadação do país já soma R$ 39,4 bilhões. Com esse dinheiro, segundo a estimativa do site, daria para comprar mais de 90 milhões de cestas básicas. 
O total de impostos pagos pelos brasileiros também pode ser acompanhado pela internet, na página do Impostômetro (www.impostometro.com.br). Na ferramenta, criada em parceria com o Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário (IBPT), é possível acompanhar quanto o país, os estados e os municípios estão arrecadando com tributos e também saber o que dá para os governos fazerem com todo o dinheiro arrecadado.
Ranking
No Ranking do Índice de Retorno de Bem-Estar à sociedade, realizado pelo Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação (IBPT), o Brasil continua sendo o que proporciona o pior retorno dos valores arrecadados em prol do bem-estar da sociedade. O Brasil, com arrecadação altíssima e péssimo retorno desses valores, fica atrás, inclusive, de países da América do Sul, como Uruguai e Argentina.
A Austrália, seguida pela Coreia do Sul, Estados Unidos, Suíça e Irlanda, são os países que melhor fazem aplicação dos tributos arrecadados, em termos de melhoria da qualidade de vida de seus cidadãos.
 



Galeria de mídia

Não há fotos e vídeos disponíveis.



Comentários

*Leia o regulamento antes de comentar
Frutos de Indaiá

Conheça o maior evento de premiação de Indaiatuba.

Frutos de Indaiá