22 de Setembro de 2019
Central de Relacionamento

Guardas presos em abril são condenados pela justiça

Dois deles foram condenados por abuso de poder e tortura

 Publicado em  10/09/2019 às 09h50  Indaiatuba  Polícia


Ambos receberam a pena de  7 anos e 6 meses de prisão em regime fechado

Ambos receberam a pena de 7 anos e 6 meses de prisão em regime fechado
Foto: Divulgação/Polícia Civil

A justiça condenou ontem (9) dois dos quatros guarda municipais preso em abril pela Polícia Civil. Eles foram acusados de tortura e abuso de poder. 

Leandro Bispo dos Santos e Jhonnathan Bernardo receberam pena de 7 anos e 6 meses de prisão em regime fechado. Os guardas foram monitorados por meio de ligações telefônicas autorizadas pela Justiça.

Os dois continuam presos no Presídio de Pinheiros, em São Paulo. Outros dois guardas municipais foram presos após a operação. Em maio, a Prefeitura, que abriu uma sindicância para apurar o caso, anunciou o afastamento, de outros oito agentes pelas mesmas suspeitas.

Galeria de mídia

  • Ambos receberam a pena de  7 anos e 6 meses de prisão em regime fechado

    Ambos receberam a pena de 7 anos e 6 meses de prisão em regime fechado
    Foto: Divulgação/Polícia Civil



Comentários

*Leia o regulamento antes de comentar
Frutos de Indaiá

Conheça o maior evento de premiação de Indaiatuba.

Frutos de Indaiá