23 de Out de 2021
Central de Relacionamento

Com alta nos preços dos alimentos, gasolina e gás, especialista explica como economizar

O desejo de comprar a casa própria ficou, pela primeira vez, atrás da intenção de criar uma reserva de emergência

 Publicado em  24/09/2021 às 12h24  Indaiatuba  Economia


 No último sábado (18), a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), divulgou que o preço cobrado pelo gás de cozinha teve uma alta de 1,5% na última semana

No último sábado (18), a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), divulgou que o preço cobrado pelo gás de cozinha teve uma alta de 1,5% na última semana
Foto: Agência Brasil

Denise Katahira
redacao@maisexpressao.com.br

Com o aumento do preço do litro da gasolina, gás da cozinha mais caro, itens básicos do supermercado atingindo valores altíssimos e a bandeira de conta de luz subindo para 50%, os brasileiros já começam a pensar em alternativas para conseguir ter uma economia de emergência para não passar aperto.

Tanto que, pela primeira vez, o desejo de comprar a casa própria ficou atrás da intenção de criar uma reserva de emergência, como mostra a quarta edição da pesquisa “Raio X do Investidor”, elaborada pela Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima) em parceria com o Datafolha. Segundo o levantamento, 27% dos entrevistados disseram que vão reservar o dinheiro guardado em 2020 para uma situação de emergência, um aumento de 10% se comparado com o ano de 2019.

Desde a primeira edição da pesquisa, a compra de um terreno ficava sempre em primeiro lugar, porém, esse ano caiu, e só 26% disserem que a economia será para comprar um imóvel, sendo que em 2019 esse percentual era de 35%. 

“Por ser um período de incertezas, os brasileiros costumam ter receio de que algum imprevisto aconteça e fiquem sem uma reserva de emergência para pagar as contas”, explica o educador financeiro Tiago Cespe.

Reserva de emergência

Apesar de parecer algo simples, iniciar uma reserva de emergência não é algo tão fácil para quem não está acostumado abrir mão de certos gastos que fazem parte da rotina ou até mesmo para aqueles que costumam comprar tudo com cartão de crédito. 

“Para guardar dinheiro é necessário ter disciplina de modo a não correr o risco de ficar usando as economias para pagar pequenas despesas aleatórias que são capazes de reduzir drasticamente a quantia reservada para uma emergência”, explica Cespe.

De acordo com o educador financeiro, para manter o equilíbrio financeiro da casa é importante que todos os gastos sejam anotados. “Anotem tudo num caderno ou em uma planilha no excel os gastos da família, pois existem pequenos gastos como programação de TV, que muitas vezes a gente paga e nem usa, as vezes temos um plano de celular que não é utilizado, lanches ou cafezinho fora de hora. É claro que é importante não abrir mão de prazeres na vida, a ideia é parar e analisar o extrato do cartão e ver os exageros”, orienta. “O importante é ter tudo anotado, mesmo que seja um valor considerado irrelevante”, enfatiza.

Galeria de mídia

  •  No último sábado (18), a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), divulgou que o preço cobrado pelo gás de cozinha teve uma alta de 1,5% na última semana

    No último sábado (18), a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), divulgou que o preço cobrado pelo gás de cozinha teve uma alta de 1,5% na última semana
    Foto: Agência Brasil



Comentários

*Leia o regulamento antes de comentar

Frutos de Indaiá

O Troféu Frutos de Indaiá tem o significado de sucesso e vitória. Uma premiação pelo esforço contínuo e coletivo em direção à excelência.

06 NOV 2021, Clube 9 - Indaiatuba

COMPARTILHE