08 de Ago de 2022
Central de Relacionamento

Chegada do inverno requer atenção com a saúde dos pets

Médica-veterinária do Hospital Veterinário do Grupo UniEduK dá dicas de como proteger cães e gatos e evitar que fiquem doentes

 Publicado em  28/06/2022 às 13h02  Indaiatuba  Pets


Os felinos também sofrem com as

Os felinos também sofrem com as "doenças de inverno"
Foto: Lane Silva

UnieEduK 

O inverno chegou e os riscos de desenvolvimento de doenças em cães e gatos, principalmente as respiratórias, só aumentam. Assim como os humanos, os pets também necessitam de uma atenção a mais com a saúde nesse período do ano. Com as baixas temperaturas, é preciso ficar alerta aos sintomas para que, caso o bichinho fique doente, receba tratamento adequado e possa ser rapidamente curado.

A médica-veterinária, docente e supervisora da Clínica de Pequenos Animais do Hospital Veterinário do Grupo UniEduK, Danieli Perez Fernandes, confirma que algumas doenças podem acometer ainda mais a saúde dos animais durante o frio.

Em cachorros, por exemplo, a mais comum nesse período é a tosse dos canis ou Traqueobronquite Infeciosa Canina (TCI), também popularmente conhecida como gripe canina.

"É uma doença que acomete principalmente vias aéreas superiores e que pode apresentar como sintomas secreção nasal, febre, engasgos e em casos mais graves pneumonias. Vale a pena lembrar que essa doença pode afetar a espécie também em outras épocas do ano", alerta Danieli.

Considerada altamente contagiosa também durante todo o ano, a cinomose ou Canine Distemper Virus (CDV) é uma doença viral que se torna ainda mais perigosa aos cães com a chegada do frio. A doença contém fases de acometimento respiratório, gastrointestinal e até neurológico, podendo levar o animal a ter graves sequelas e até mesmo ir a óbito.

Outro problema bastante comum em cachorros durante o inverno é com a pelagem. Apesar de importante proteção contra a variações da temperatura no corpo do animal, servindo como isolante térmico, os pelos não impedem que os problemas de pele surjam com o frio.

Assim como nos cães, os felinos também sofrem com as "doenças de inverno". Danieli alerta para a rinotraqueíte, também conhecida como gripe felina. "É uma enfermidade que acomete o trato respiratório dos gatos, podendo apresentar sinais como espirros, secreção nasal e lesões oculares", revela.

Portadores de doenças articulares, como artrose e artrites, gatos idosos acabam tendo também um agravamento das dores. Ainda no frio, os felinos tendem a dormir por mais tempo. Isso faz com que utilizem a caixa de areia com menos frequência, predispondo a retenção urinária e fecal. O animal pode também ganhar mais peso, uma vez que se exercita menos.

Entretanto, apesar do tempo maior de sono, o comportamento não deve ser encarado com preocupação. "O alerta fica caso o animal fique letárgico, não se alimente normalmente, fique com os pelos feios e emaranhados ou então se recusa a interagir com o tutor. Qualquer comportamento anormal deve ser investigado por um médico-veterinário", recomenda Danieli.

 

Como prevenir

Para auxiliar cães e gatos na prevenção contra as doenças mais comuns no inverno, os tutores devem tomar algumas providências no dia a dia. Evitar passeios em dias gelados e banhos frequentes, principalmente em pets idosos, são duas delas.

"É preciso evitar a exposição dos animais a mudanças bruscas de temperatura e ambientes úmidos. Boas práticas de manejo e uma vacinação correta também auxiliam a manter nossos 'pacientes' mais saudáveis", informa Danieli. "Providencie ainda roupinhas de frio, casinha ou cobertores, para que tenham um lugar quentinho e aconchegante para dormir. "Por fim, para garantir segurança aos pets, é preciso impedir que fiquem próximos de lareiras e aquecedores."

Se mesmo com os cuidados os animais apresentarem algum sintoma ou comportamento estranho, será necessário o encaminhamento imediato para consulta com médico-veterinário.

Em Indaiatuba e Jaguariúna, no interior de São Paulo, o Grupo UniEduK oferece estrutura completa em seus hospitais veterinários, com profissionais altamente capacitados, para atendimentos de urgência e emergência 24h.

 

Sinais de que seu pet está com frio

Tem tremores pelo corpo;

Fica com a temperatura do corpo muito baixa (sinta principalmente pelas orelhas, focinho e almofadinhas das patas);

Ficar por muito tempo deitado e bem encolhido (geralmente, junta as patinhas e recolhe o rabo);

Procura cantinhos para deitar e tentar se aquecer;

Está dormindo mais do que o normal;

Fica com a respiração e movimentos mais lentos.

 

Sobre o Grupo UniEduK

Há 23 anos no mercado, o Grupo UniEduK, é composto pelo Centro Universitário de Jaguariúna - UniFAJ, Centro Universitário Max Planck - UniMAX e Faculdade de Agronegócios de Holambra -- FAAGROH, instituições reconhecidas com nota máxima (5) pelo MEC em corpo docente, infraestrutura e Projeto Pedagógico do Curso (PPC). Com a missão de promover a educação socialmente responsável, com alto grau de qualidade, propiciando o desenvolvimento dos projetos de vida dos alunos, o Grupo UniEduK tem como foco transformar o futuro das pessoas, na prática. Para tanto, dispõe de moderna infraestrutura em 10 campis, equipados com Hospital Veterinário, Interclínicas, Centro Clínico de Especialidades Médicas e Centro de Pesquisas Ambientais Agropecuárias. Tendo como mote fornecer uma educação de qualidade e prática que empregue pessoas, o Grupo UniEduK não mede esforços para investir em inovação, pessoas, infraestrutura e tecnologias que façam a diferença na formação profissional.

Para isso, a instituição de ensino conta com o Modelo de Ensino Educar, que utiliza de metodologias ativas, onde o aluno é o protagonista de sua jornada de aprendizagem e com certificações intermediárias para aumentar as chances de conquistar uma vaga no mercado de trabalho. São mais de 25 opções de cursos nas áreas de Saúde, Humanas, Exatas, Tecnologia e Agronegócio nas modalidades presencial e a distância, entre outras opções de pós-graduação, MBA, extensão e especialização. Todos os cursos presenciais possuem no mínimo 50% de aulas práticas desde o início, corpo docente altamente qualificado e infraestrutura moderna, com salas de aulas e laboratórios equipados de acordo com as necessidades do mercado de trabalho.

 

 

Galeria de mídia

  • Os felinos também sofrem com as

    Os felinos também sofrem com as "doenças de inverno"
    Foto: Lane Silva

  • Em cachorros a doença mais comum nesse período é a tosse dos canis

    Em cachorros a doença mais comum nesse período é a tosse dos canis
    Foto: Lane Silva



Comentários

*Leia o regulamento antes de comentar

Frutos de Indaiá

O Troféu Frutos de Indaiá tem o significado de sucesso e vitória. Uma premiação pelo esforço contínuo e coletivo em direção à excelência.

Confira como foi o Frutos de Indaiá 2021.

COMPARTILHE