23 de Março de 2019
Central de Relacionamento

Campanha de vacinação contra a pólio e o sarampo começa neste sábado

Vacinação ocorrerá até o dia 31 de agosto em todas as UBSs


01/08/2018 às 17h25 - Atualizado em 01/08/2018 às 17h45

Indaiatuba    Saúde

- Foto: Arquivo RIC/PMI


A Prefeitura de Indaiatuba por meio da Secretaria de Saúde inicia neste sábado (04) a Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite e contra o Sarampo, que seguirá até dia 31 de agosto em todas as UBS (Unidades Básicas de Saúde) e PSF (Programa de Saúde da Família) do município. Devem ser imunizadas todas as crianças de um ano a menores de cinco anos de idade.

Neste sábado a vacina estará disponível em todas as unidades de saúde do município das 8h às 17h. A Secretaria de Saúde alerta que todas as crianças na faixa etária indicada devem tomar a vacina, mesmo que já tenham tomado alguma dose anteriormente, uma vez que a campanha é indiscriminada. É necessário apresentar a carteira de vacinação da criança.

A partir de segunda-feira (06) a vacina continuará disponível nas unidades de saúde de acordo com os horários de funcionamento das salas de vacina, que podem variar de uma unidade para outra. No dia 18 de agosto (sábado) haverá o segundo “Dia D” de intensificação da Campanha. De acordo com as estimativas, Indaiatuba conta com 11.050 crianças dentro da faixa de idade indicada para receber a vacina. A meta do Ministério da Saúde é imunizar 95% dessa população.

“A cobertura vacinal em todo o país não tem atingido a meta necessária para manter o Brasil livre dessas doenças, isso é preocupante. Em Indaiatuba a cobertura atingida em 2017 foi de aproximadamente 80%. Por essa razão pedimos que os pais levem seus filhos para tomar as vacinas contra a poliomielite e contra o sarampo nesta campanha e também para que mantenham sempre a carteira de vacinação das crianças atualizada”, ressaltou a secretária de saúde, Graziela Drigo Bossolan Garcia.

A vacina é contraindicada se a criança estiver com gripe muito forte e febre alta; para crianças com imunodeficiência congênita ou adquirida; neoplasia maligna; que estão em tratamento com uso de corticoides em doses elevadas ou quimioterapia e radioterapia.

 

DOENÇAS

Popularmente conhecida como 'paralisa infantil', a poliomielite é uma doença infectocontagiosa viral aguda e foi responsável por danos irreversíveis para milhares de crianças no mundo. O último caso da doença no Brasil ocorreu em 1989. As ações de prevenção e controle, em especial a vacinação, contribuíram para que, em 1994, o país recebesse da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) a Certificação de área livre de circulação do poliovírus selvagem do seu território, juntamente com os demais países das Américas.

Os Estados de Roraima e Amazonas estão enfrentando surtos de sarampo, com mais de 300 casos confirmados este ano. Em 2015 foram confirmados casos da doença no Ceará, São Paulo e Roraima. Em Indaiatuba não há casos da doença desde 2004. A cobertura vacinal no município em 2017 foi de 80% e até julho deste ano, está em 49,2%. De acordo com o Ministério da Saúde, o sarampo é uma doença infecciosa exantemática aguda, transmissível e extremamente contagiosa, podendo evoluir com complicações e óbito, particularmente em crianças desnutridas e menores de um ano de idade. A transmissão ocorre de pessoa a pessoa, por meio de secreções respiratórias.



Galeria de mídia

Não há fotos e vídeos disponíveis.



Comentários

*Leia o regulamento antes de comentar
Frutos de Indaiá

Conheça o maior evento de premiação de Indaiatuba.

Frutos de Indaiá