19 de Novembro de 2019
Central de Relacionamento

Acrobata de Americana está na trupe do Tihany

Ele é um dos artistas do show AbraKdabra, que está sendo apresentado em Piracicaba

 Publicado em  03/07/2019 às 13h00  Americana  Cultura e Diversão


Foto: Divulgação

O acrobata Thiago Augusto de Camargo de 28 anos está tendo a oportunidade de apresentar-se para familiares e amigos, muitos dos quais ele não via desde 2015, ano em que conseguiu um emprego no Tihany quando da apresentação do circo em Americana, cidade na qual residia desde a infância. Após quatro anos viajando pelo Sul do Brasil, pelo Uruguai e pela Argentina, as rotas não programadas da turnê trouxeram a trupe de volta para o Sudeste brasileiro com Piracicaba - distante apenas 38 km de onde Thiago morava - incluída no roteiro.

A grande experiência adquirida no palco e as inúmeras e concorridas estreias nas principais cidades latino-americanas - pelas quais o circo passou - não foram suficientes para conter o coração acelerado e o frio no estômago diante da expectativa de ter uma plateia repleta de pessoas conhecidas.

Foi a realização de um sonho mostrar - para as pessoas que sempre torceram pelo seu sucesso - todo o seu talento nos arriscados e encantadores movimentos que o fazem voar no palco no número da “hamaca russa”, ou dando cambalhotas, piruetas e mortais sobre os espectadores boquiabertos, sentados nos camarotes e nas cadeiras frontais, tirando o fôlego de quem o assiste.

Nascido em Campinas, aos quatro anos de idade Thiago mudou-se com a família para Americana, onde, desde os oito, dedicou-se à ginástica olímpica, tornando-se professor da modalidade. Em 2015, quando o Circo Tihany se apresentou na cidade, ele ficou tão encantando com o espetáculo que decidiu tornar-se um dos artistas e seguir, sem destino certo, com a trupe de um dos três maiores circos do mundo. Para onde quer que o circo fosse, Thiago estava decidido a seguir a carreira artística.

O currículo foi entregue ainda em Americana, com o apoio do pai, que o incentivou a seguir seu sonho. Só quando a trupe chegou a Sorocaba, a próxima cidade, ele foi chamado para os testes e - uma vez aprovado - para os treinos. Sua estreia demorou um mês. “Sonhava em trabalhar com a ginástica olímpica, mas não imaginava chegar tão longe. Até então havia feito apresentações de acrobacias em alguns Sescs, mas nunca para públicos muito grandes. Na minha estreia no Tihany, em Sorocaba, minha família foi assistir. Estava inseguro. Mas tive que enfrentar o desafio”.

Thiago visita os pais em todas as férias. Estes, por sua vez, além da estreia em Sorocaba, foram vê-lo em Florianópolis, na temporada passada e, nesta turnê, no início do ano, quando o Circo se apresentou em cidades próximas, como Mogi das Cruzes, Atibaia e Jundiaí. Em Piracicaba, tão pertinho de Americana, foi diferente. A família estava lá. Os amigos e os ginastas com os quais treinava quando ele era apenas um atleta - e não um grande artista - também foram prestigiar Thiago.

A rotina é puxada. São pelo menos nove espetáculos por semana, embora tenha havido temporadas, como em Montevidéu, no Uruguai, com 16 shows por semana. Isso sem contar os treinos que se intensificam quando há novos integrantes na equipe ou quando ocorre alguma alteração na apresentação. Os números são extremamente arriscados e, portanto, a equipe precisa conhecer as características de cada um para que o sincronismo seja perfeito. Mas, vale a pena. Thiago conta que o salário é compensador. “Jamais receberia o mesmo apenas como treinador ou professor de ginástica olímpica”, garante.

Ele enamorou-se dos trapézios, gangorras e redes e da vida cigana, da convivência com uma trupe de 150 pessoas - das quais 50 são artistas internacionais de diferentes nacionalidades. Além do que, apresentar-se em cidades e em países diferentes permite conhecer pessoas, culturas, costumes e idiomas. Os dias tornam-se sempre fascinantes. O acrobata vive em hotéis, pois os trailers, ou casas rodantes, são reservados, geralmente, para diretores e pessoal de apoio. “Adoro. Não preciso arrumar minha cama”, brinca.

Nos bastidores, apaixonou-se por Aryelle Freitas, a bela, charmosa e simpática bailarina de Natal, no Rio Grande do Norte, com quem já namora há quatro anos e planeja casar-se em outubro próximo. Talvez no próprio teatro - sob a lona na forma de um luxuoso castelo - assistido pelos mais de 1.700 espectadores que, praticamente todos os dias, o aplaudem de pé.

O Circo Tihany apresenta o espetáculo AbraKdabra em Piracicaba (Avenida Alberto Vollet Sachs, saída para Rodovia Luiz de Queiroz) até o final de julho. As sessões são de terça a domingo (de terça a quinta, às 20h30; sextas e sábados, às 16h30 e às 20h30; aos domingos, às 16h e às 19h). Os ingressos custam a partir de R$ 50,00 (Plateia Lateral - inteira) e R$ 25,00 (meia). Vendas nas bilheterias do circo, de segunda a domingo, das 10h até meia hora após o iniciado o espetáculo, no balcão bilheteria no Shopping Piracicaba e no site www.planetaingressos.com.br.

AbraKdabra

O espetáculo é grandioso e inovador por aliar todo o encanto tradicional do circo com a tecnologia e a modernidade. Entre os números apresentados pelos acrobatas, como Thiago, estão a “hamaca russa”, em que voam e realizam piruetas e arriscados movimentos a 15 metros de altura e lançando-se até uma rede de quase 20 metros, proporcionando momentos de adrenalina e emoção. O acrobata também participa do exuberante balé aéreo, apresentado com cinco outros acrobatas, sobre a plateia completamente às escuras.

O ilusionismo é o ponto alto desse grande show. Seguindo a tradição do fundador, Franz Czeisler Tihany, a mágica faz com que a plateia seja transportada a um mundo de imaginação. O mágico é levado ao palco em um legítimo e imponente Rolls-Royce. Lindas mulheres aparecem e desaparecem diante dos olhos do público. O ilusionista ora levita ora se teletransporta montado em uma motocicleta. E, quando menos se espera, em apenas três segundos, o mágico faz surgir um helicóptero no palco todo iluminado para a incredulidade da plateia.

 

Serviço:
Tihany Spectacular – Abrakdabra
Criação: Franz Czeisler Tihany
Direção Artística: Francis Demarteau
Localização: Avenida Professor Alberto Vollet Sachs, saída para Rodovia Luiz de Queiroz, Piracicaba - SP
Horários: de terça a quinta, às 20h30 / sextas e sábados, às 16h30 e às 20h30 / domingos e feriados, às 16h e às 19h.
Ingressos: a partir de R$ 50,00 (Plateia Lateral - inteira) e R$ 25,00 (meia).
*Consulte disponibilidade e preços para outros setores. Meia-entrada: crianças até 12 anos, estudantes, professores, militares, idosos, aposentados, todos devidamente documentados. É obrigatória a apresentação de documento na compra do ingresso e na entrada do espetáculo.
Vendas: nas bilheterias do Circo, de segunda a domingo, das 10h até meia hora após iniciado o espetáculo, no balcão bilheteria no Shopping Piracicaba e no site www.planetaingressos.com.br
Classificação: Livre

Galeria de mídia


  • Foto: Divulgação


  • Foto: Divulgação



Comentários

*Leia o regulamento antes de comentar
Frutos de Indaiá

Conheça o maior evento de premiação de Indaiatuba.

Frutos de Indaiá