28 de Jan de 2021
Central de Relacionamento

65 veículos participam de carreata em Indaiatuba

Produtores rurais prometem agora cobrar deputados estaduais que votaram a favor do aumento do ICMS sobre alimentos

 Publicado em  07/01/2021 às 16h03  Indaiatuba  Cidades


Movimento na manhã desta quinta-feira (7) foi contra o aumento do ICMS nos alimentos

Movimento na manhã desta quinta-feira (7) foi contra o aumento do ICMS nos alimentos
Foto: Divulgação

Jean Martins
digital@maisexpressao.com.br

Produtores rurais de Indaiatuba e região protestaram na manhã desta quinta-feira (7) contra o aumento do ICMS nos alimentos, insumos agrícolas e medicamentos, aprovado pelo Governo do Estado de São Paulo e cancelado na noite de quarta-feira (6) pelo governador João Doria (PSDB).

O evento intitulado como “Tratoraço” reuniu 35 tratores/máquinas agrícolas, 15 caminhões e mais 15 veículos convencionais, que trafegaram em carreata pelas ruas da cidade.

Para o presidente do Sindicato Rural de Indaiatuba, Wilson Tomaseto, o movimento foi um sucesso.

“O evento foi muito positivo, pois começamos a planejá-lo no domingo (3) e achávamos que não conseguiríamos. Foi de uma grandeza espetacular, pois o produtor rural entendeu o recado e logo às 7h já estavam vindo para cá (Indaiatuba)”, salienta.  

“A carreata provou a força do homem do campo e mostramos aos deputados e ao governador que não dá para brincar com Agricultura, que é o setor que sustenta esse País”, complementa Tomaseto.

Para o presidente do Sindicato Rural de Indaiatuba, o “Tratoraço” foi apenas o início desse movimento, sendo que a próxima etapa é cobrar os deputados que votaram favorável ao projeto.

 “Não adianta o governador querer enganar a gente, dizendo que haverá isenções. Vamos começar a trabalhar de forma mais contundente com os deputados estaduais que foram favoráveis, pois essa lei tem de ser revogado. Infelizmente o nosso deputado de Indaiatuba (Rogério Nogueira) votou a favor. Ele faz parte da Comissão de Agricultura e faz uma coisa dessa. Praticamente deram um cheque em branco pra esse maluco (governador de São Paulo)”, lamenta. 

Segundo Tomaseto, a informação é que que 280 cidades no Estado de São Paulo realizaram o "Tratoraço"

Mudanças

As mudanças em alíquotas do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) de diversos produtos teriam alteração ou elevação a partir de 1° de janeiro, após decretos relacionados a uma lei publicada em outubro passado.

Adubos e fertilizantes, milho em grão, farelo de soja, sementes, produtos veterinários, defensivos e rações, por exemplo, passariam de isentos para taxa de 4,14%. O óleo diesel e o etanol, que tinham alíquota de 12%, para 13,3%, segundo entidades que prometiam protestos contra o aumento.

 

Galeria de mídia

  • Movimento na manhã desta quinta-feira (7) foi contra o aumento do ICMS nos alimentos

    Movimento na manhã desta quinta-feira (7) foi contra o aumento do ICMS nos alimentos
    Foto: Divulgação



Comentários

*Leia o regulamento antes de comentar

Frutos de Indaiá

O Troféu Frutos de Indaiá tem o significado de sucesso e vitória. Uma premiação pelo esforço contínuo e coletivo em direção à excelência.

13 MAR 2021, Clube 9 - Indaiatuba

COMPARTILHE